Arquivo da tag: tema para coleções de moda

Por dentro da Faculdade de Moda

Padrão

Muita gente me pergunta sobre como funciona a Faculdade de Moda.

Como estou de férias da faculdade, achei que seria uma boa hora escrever sobre o dia-a-dia de quem estuda a moda.

Antes de qualquer coisa, para quem acha que a faculdade de Moda é só “corte e costura” e desenho, vale dizer que está é apenas uma pequena, mas importante parte da preparação do profissional de moda.

O que pouca gente sabe é que para sair desenhando uma coleção, é necessário muita pesquisa, informação e estudo, ou seja, vale a máxima 90% de transpiração e 10% de inspiração e não apenas ter um “dom”.

Normalmente um processo de criação se inicia com a escolha de um tema. Na faculdade existem algumas matérias essenciais que nos auxiliam para que este tema não seja superficial e conseqüentemente não caia no comum, ou seja, se você está pensando em estudar moda a sério, prepare-se para estudar matérias como psicologia, sociologia, filosofia (estética), além de história da arte, moda, design e outras matérias que a maioria nunca relacionaria com a moda.

Claro que a parte prática também faz parte do curso e aí esteja pronta para aprender além de desenhos, técnicas de modelagem, moulage e a própria costura.

 

(Parece divertido, mas experimente ficar 4 horas desenhando estampas em um vestido).

Não pensem que só com a carga horária das aulas em classe você vai adquirir habilidades suficientes para a confecção de suas peças. Para que isso aconteça é necessária a dedicação de horas e horas de treino fora da faculdade.

Quanto a avaliações, no caso da minha faculdade (Universidade Anhembi Morumbi), umas das formas é o projeto semestral interdisciplinar, onde mostramos na prática, todo o conhecimento e habilidade adquirida na confecção de uma coleção de moda partindo de um ponto referencial, o tema, assim como todo o processo criativo e somos avaliados por uma banca de professores e profissionais da moda.

 

(Até ficar tudo pronto, leva tempo…)

Em todo semestre temos esta apresentação, porém, a cada semestre aumenta-se o número de peças (looks) e mudam os temas, público-alvo, assim como mudam as matérias, fazendo com que cada semestre seja mais “difícil” e completo.

Algo que merece destaque é o relacionamento interpessoal que vivenciamos em cada trabalho, sala, projeto. Sempre trabalhamos com um grupo de pessoas, a maioria diferente de nós, seja em pensamento, estilo ou gosto, o que rende para muitas discussões (algumas até acaloradas) nos preparando para o mercado de trabalho- principalmente neste ramo.

Além de toda grade de matérias, o esforço extracurricular é de suma importância, a leitura é indispensável e o acompanhamento de noticias, desfiles e eventos ligados a moda é essencial.

Por isso, a moda pode sim ser supérflua, quando não agrega conhecimento, pesquisa e dedicação.

O grande desafio do profissional apaixonado pela moda é conseguir manter o caráter artístico vivo sem deixar de lado a realidade mercadologia, criando assim roupas repletas de conceito e ao mesmo tempo que atenda o desejo do consumidor.

Abaixo, algumas fotos de alguns trabalhos (looks confeccionados por mim e meu grupo) realizados na faculdade. Vale lembrar que a moda é um veículo de comunicação que conversa com demais áreas como teatro, cultura, sociedade, política, economia.

(Trabalho do 2º semestre: Coleção Verão 2010 “UNDERCRUMB”. Coleção baseada no antagonismo entre a vida e as obras do artista/cartunista Robert Crumb).

(Trabalho do 3º semestre: Coleção Inverno 2009 “Ser o que realmente se é”, com referência na vida libertária do filosofo Michel Foucault).


(Trabalho do 4º semestre: Coleção “Coisas que nem todo mundo vê…” tema: “O Design de Moda e a Cultura Brasileira” Sub-tema: Encontros e desencontros (baseado na obra “O Povo Brasileiro”, de Darcy Ribeiro).

(Trabalho do 5º semestre que envolveu Design de Moda com Design de Games: “Nada mais que a verdade…”)

Mariana Arruda Simoni, Designer e Consultora de Moda

Mariana.as@uol.com.br

www.pencefundamental.com.br