Avante jogadoras avante!!!

Padrão

Oi gente,

Acho que quem acompanha meu blog já percebeu que eu AMO futebol, sempre gostei, jogava no time da escola, do clube, etc, hoje em dia eu só vou as arquibancadas ver meu Ramalhão jogar, seja em qualquer lugar eu estou lá atrás do meu time.

Acho o futebol no Brasil (e em diversos locais no mundo) algo extremamente machista. Querem colocar a mulher como objeto dentro dos estádios, ou sendo team leaders ou musas do brasileirão. Não é porque sou feminista que acho isso uma estupidez, é algo irracional, a mulher, assim como o homem deve ter os mesmos deveres, direitos e oportunidades, ou então por que não colocar vários homens dançando de sunga?

Eu sei que já é um começo a seleção brasileira feminina e o time do Santos, mas precisamos de mais mulheres jogando e não saltitando com suas sainhas.

Pensando assim eu achei essa matéria e queria dividir com vocês, é sobre uma equipe de meninas (10 e 11 anos) que vem se destacando na Espanha:

As meninas do Atlético de Madrid estão a deixar dezenas de rapazes a corar de vergonha. A equipe Alevín A, com jogadoras de 10 e 11 anos, lidera o campeonato da categoria em Espanha. Com um pormenor delicioso: as restantes formações são exclusivamente masculinas!

“Nunca na história do futebol feminino uma equipa chegou ao ponto mais alto num campeonato com equipes masculinas. É um grande orgulho e satisfação, reconhece o técnico David Fernández, de apenas 20 anos.

A equipa A lidera com 25 pontos em 9 jogos, 32 golos marcados, 6 golos sofridos e muitas piadas pelo meio.

As capitãs de equipa, Raquel Poza, Laura Bravo e Sandra Calvo relatam a sua experiência no terreno de jogo, frente a elementos do sexo oposto: “Em alguns jogos, chamam-nos de barbies e outro tipo de insultos, mas fazemos como se não ouvíssemos nada. É a primeira vez que estamos na frente da classificação e esperamos ficar muito tempo nessa posição”.

O jovem técnico da equipa, David Fernández, acrescenta que muitos meninos quando são derrotados por elas, choram e não as cumprimentam. “O que mais prejudica o futebol feminino é a sociedade. Eu não vejo diferenças nas camadas jovens entre uma menina e um menino. Muitas meninas jogam melhor que os rapazes e em alguns casos demonstram mais força e garra para vencer as partidas”.

O At. Madrid é uma referência no futebol feminino, e na Espanha é um dos clubes mais importantes e tem equipas femininas em todos os escalões, desde os 6 anos até aos seniores.


Fonte da matéria: http://www.maisfutebol.iol.pt/jornal-do-incrivel/atletico-madrid-atletico-mulheres/1134842-1473.html

Encerrando esse post vou colocar um vídeo de uma música que se chama “Ela também faz GOL” da banda “Fora de Jogo”:

Abraço

Mariana Arruda

Anúncios

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s