Esmaltes…

Padrão

Oi, como vai?

Hoje o papo não é sobre roupa, hoje vamos falar sobre esmaltes.

Sempre adorei usar esmaltes de cores inusitadas. Minha preferência atualmente é o azul Royal da Colorama (no momento em que escrevo este post estou usando ele).

O esmalte ocupa hoje uma função de “complemento” do visual e podemos conhecer um pouco sobre o estilo de alguém de acordo com a cor/cores  que ela usa. Se a pessoa é antenada ela usa as cores do momento (flúor, fosco-acetinado), se é mais clássica usa tons mais claros como renda, se usa cores vivas indica que tem personalidade forte e o preto é ícone do rock.

Algumas pessoas escolhem a cor de esmalte de acordo com o humor que estão no momento.

Mas, vamos falar um pouco sobre a história do esmalte…

A preocupação com a vaidade vem da antiguidade. Em 3000 antes de Cristo, os Chineses, Italianos e Japoneses já tinham esse costume.

No Egito antigo já existia o costume de pintar as unhas e os dedos com henna, de cor vermelho-amarronzada, que indicava sinal de opulência e riqueza, além disso, já existiam cores específicas designadas às mulheres da realeza para separá-las das mulheres comuns (inicialmente a realeza usava dourado ou prateado mas, conforme o tempo foi passando, essas cores mudaram para preto e vermelho).

Os chineses faziam uma mistura de vários ingredientes: clara de ovo, cera de abelha e até gelatina. Para obterem uma coloração rosa ou avermelhada, esmagavam pétalas e colocavam na mistura.

Não está claro como o esmalte evoluiu depois da antiguidade, mas de acordo com um artigo publicado na “Nails Magazine” em 2007, no século 19 as unhas eram tratadas com óleos essenciais vermelhos e polidas com tecidos de camurça. Um século depois as mulheres passaram a polir as unhas para deixá-las mais brilhantes.

Em 1900 já havia um modelo precursor de esmalte de unha como o conhecemos hoje. Este esmalte era aplicado com um pincel de pelo de camelo, porem, ele não permanecia mais que um dia nas unhas.

Em 1920 ainda não havia exatamente um esmalte de unhas. Entretanto, a indústria automotiva criou a base dele, desenvolvendo esmaltes para carros.  A criação do esmalte como o conhecemos, é atribuída a Michelle Menard. O esmalte era aplicado no meio das unhas – a meia lua e a ponta das unhas ficavam nuas. Essa época proibia mulheres de reputação usar esmaltes muito chamativos, de cores fortes.

O esmalte se populariza e muitas estrelas de Hollywood eram vistas com unhas bem vermelhas.

Em 1934 Anna Hamburg, da Califórnia, patenteia uma unha colorida artificial que pode ser facilmente aplicada e removida sem danificar a unha natural e surge a unha postiça.

Nos anos 70 começa a década dos esmaltes sintéticos e unhas longas.

Nos anos 90, a decoração das unhas não é mais limitada aos esmaltes e entram em cena os acessórios para a unha, como pedras preciosas e adesivos.

Para os anos 2000, as texturas e cores ganham ares futuristas. Surge uma nova profissão: designer de unha.

A tendência do momento estão nas cores de nuances foscos-acetinadas.

Vários marcas apresentam lançamentos de esmaltes com arsenal de cores de deixar a maioria das mulheres loucas.

Vale tudo (todas as cores, desenhos, estampas e texturas) como o kit da Impala com cinco tons vibrantes, inspirados no new wave (anos 80) com as cores: Spirit (verde), Tech (laranja), Club (violeta), Flours (amarelo), Shock (rosa).

Até a Arezzo (marca de sapatos, bolsas e acessórios) entrou nessa onda e lançou 22 tons para o inverno. O estilista Reinaldo Lourenço entra na parceria com a Risqué e lança três versos de opacos.

Com mais variedades, mais estilos, cores e tendências as unhas se transformaram em um cartão de apresentação das mulheres modernas e mais uma marca registrada da personalidade feminina deste século.

Então, é hora de se divertir com as cores.

Por

Mariana Arruda Simoni

Duvidas escrevam para meu e-mail: mariana.as@uol.com.br

Anúncios

Uma resposta »

  1. Pingback: Esmaltes Alice no Pais das Maravilhas – Tim Burton « Pence•fundamental

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s