Rolê pelo Chile

Padrão

Oi gente…

Quem acompanha o blog sabe que todo carnaval a gente foge do Brasil e vai desbravar costumes, cultura, história, futebol e rever amigos da América do Sul.

Esse ano não foi diferente, fomos pra Argentina, Uruguai e pela primeira vez fomos ao Chile.

Saímos do aeroporto de Guarulhos e após algumas horas de viagem, chegamos à Santiago e fizemos um city tour com o ônibus da Turistik, empresa local que oferece ótimas opções para se conhecer a capital e suas proximidades.

O legal desses ônibus é que você pode descer onde quer e depois pegar outro ônibus e assim, pudemos andar bastante por bairros bem distantes de onde estávamos.

Descemos perto de um ponto que me interessava MUITO e que eu já havia me programado para ir, o MUSEU DE LA MODA (http://www.museodelamoda.cl/) , com uma exposição dos anos 80– uma das gerações mais coloridas.

Tinha de TUDO, revistas, peças de famosos (princesa Lady Die, Madona, Vivienne Westwood), camisetas de bandas punk e figurinos assinados por estilistas renomados do universo da moda e musica rolando alto ao som de Madona e Cyndi Lauper.

A arquitetura do Museu é arrojada e uniforme. Os espaços da casa são bem aproveitados e proporcionam uma viagem no tempo, sendo possível conhecer a decoração da década de 80, repleta de exageros, brilhos, excessos.

Falando um pouco da cidade, Santiago passa por grandes mudanças estruturais e assim como o resto do mundo está se verticalizando dia após dia- a arquitetura nova é predominantemente minimalista mas ainda existem construções clássicas e antigas.

Mas, o que mais chama a atenção de quem está ali pela primeira vez, são as montanhas e cerros que cercam a cidade, em especial a Cordilheira dos Andes, que mostra sua força, energia e grandeza a todo instante.

Outra coisa que chama muito a atenção é a limpeza da cidade. O fato de não ter um papel pelo chão é até imaginável, o que chega a intrigar é como uma cidade tão arborizada não tem sequer folhas pelas ruas do centro da cidade… (na periferia a coisa muda um pouco, somente um pouco).

Sobre a gastronomia local, comidas MUITO boas e muitas opções para vegetarianos, local ideal para amantes de bons vinhos, mas também para quem gosta de comidinhas do dia a dia com sabores diferentes…além de muitos sucos deliciosos…

Futebol…

Conhecemos o Estádio do Club Desportivo Palestino, time que defende as cores dos imigrantes palestinos- por sorte pegamos uma partida sub-17 entre o Palestino e o tradicional Colo-Colo.

Centro desportivo e o estádio do time da Universidad do Chile, que fica há poucas quadras, na mesma avenida. O time da “La U“ conta com vários campos neste local.

Fomos ao jogo da Universidad do Chile, “La U” contra o time do Unión San Felipe, no estádio Nacional.

Rock…

Santiago também é a cidade onde vive o pessoal da banda “Los Miserables”, como já tínhamos um contato com os caras, fomos assistir um ensaio da banda que mistura punk rock, harcore, rap e até percussão,  com letras e temas politizados!

Galeria do Rock…

Outro rolê legal foi conhecer as lojas da galeria, do calçadão Ahumada.

Destaque para a loja “Hooligans – Rebel Music” que vende material rockeiro e boleiro. As lojas nesta galeria misturam rock, futebol, videogame e luta.

Passamos também pelo Mercadão Municipal, com ótimas lembrancinhas.

No centro histórico nota-se uma forte presença do nacionalismo chileno, muitas bandeiras pela cidade, seja nos monumentos, ou mesmo no comércio e na casa das pessoas

Cordilheira dos Andes

Subimos a cordilheira dos Andes, para pela primeira vez na vida vermos gelo (ainda que há distância, já que estávamos no verão).

Após 61 curvas de 180 graus dentro de um ônibus, finalmente estávamos a mais de 3 mil metros de altitude, começando a sentir a diferença da temperatura e pressão…

As imagens são tão loucas que até parecem montagens, mas é tudo real…

A nossa base lá em cima foi a estação de ski Valle Nevado, e confesso que ficamos com muita vontade de voltar na época do frio, para ver o gelo.

Na volta do passeio o ônibus da Turistik quebrou e nos fez esperar por quase duas horas em plena montanha… mas valeu a pena pelo visual.

Valparaíso

Fomos conhecer a cidade portuária Valparaíso, com forte presença cultural.

Viña Del Mar

Depois de Valparaíso fomos conhecer Viña del Mar, famosa pela sua praia e pelo seu relógio de flores…

O ponto alto do passeio foi ter entrado, mesmo que um pouquinho, no Oceano Pacífico (muito frrrrrrrrrio), pela primeira vez em minha vida.

Recomendo a viagem ao Chile, em especial à Santiago. Um lugar de muita história, marcado por bons e maus momentos.

Antes de irmos embora ainda conseguimos subir o Cerro Santa Lúcia para ver Santiago lá de cima.

Assim, tivemos uma visão mais completa da capital, antes de nos despedirmos do Chile.

Esperamos poder voltar no inverno (e ver neve de pertinho) e conhecer mais sobre sua cultura e seu povo.

Assim, acabamos nosso rolê pelo Chile e rumamos a Montevidéo e depois Buenos Aires, em breve postarei sobre as outras aventuras.

Por Mariana Arruda Simoni

mariana.as@uol.com.br

www.pencefundamental.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s