MODA X ÉTICA

Padrão

Impressionante como o efeito “bola de neve” acontece em diversas e distintas situações.

Aqui me refiro as recentes polêmicas envolvendo algumas marcas que insistem em utilizar pele de animais em suas coleções.

Desde já deixo clara minha opinião e minha postura ética: sou vegetariana e contra qualquer tipo de violência injusta, no caso, contra os animais que sempre (em relação aos homens) estão em desvantagem.

Além de ter essa postura eu sou uma estudante de design de moda e posso afirmar com toda certeza que com a tecnologia atual é possível obter um idêntico (ou muito, muito próximo) tecido de pele sintética que contém a mesma textura, toque, design, coloração, caimento só que sem agredir o meio ambiente e os animais.

Sendo assim, não consigo entender como marcas renomadas consideram “chic” ou “elegante” usar algo que foi obtido de maneira cruel, desumana e desnecessária.

Considero que falta na gestão de cada marca o bom senso e profissionais capacitados para traduzir em produtos e design uma nova tendência que leva em consideração a preocupação ambiental, ecologia e ética.

Muitas pessoas se uniram e estão mobilizadas protestando contra essas marcas e isso já gerou resultados, como as marcas Iódice, Arezzo e Colcci que, conscientes da crueldade que representa o uso de peles verdadeiras, num gesto de respeito ao consumidor e principalmente à vida dos animais, retiraram das prateleiras todas os produtos feitos com peles.

A marca que ainda não voltou atrás é a Le Lis Blanc, que divulgou um comunicado oficial, pela sua página no Facebook, reafirmando o uso de pele de coelho em sua coleção com argumentos desprovidos de qualquer ética e compaixão, tratando os animais como simples mercadoria:

Acredito que a marca deveria pensar que existem consumidores que assim como eu, questionam o consumo, a escolha da marca e se manifestam contra a violência, crueldade e sofrimento, fazendo com que a dor não faça parte da moda.

Pra se ter uma ideia, veja quantos animais precisam ser mortos para fazer um casaco de pele de comprimento médio:

. 125 arminhos
. 100 chinchilas
. 70 martas-zibelinas
. 50 martas-canadianas
. 30 ratos-almiscarados
. 30 coelhos
. 27 guaxinins
. 17 texugos
. 16 coiotes
. 14 lontras
. 11 linces
. 9 castores

Um absurdo, não?

Fonte de referência: http://virgula.uol.com.br/ver/noticia/lifestyle/2011/05/04/274695-le-lis-blanc-vira-alvo-de-protesto-na-internet-por-usar-pele-de-animais-em-colecao

http://guiaveg.com.br/index/?p=1837 

Por Mariana Arruda Simoni

mariana.as@uol.com.br

http://www.pencefundamental.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s