6 bilhões de outros…

Padrão

Pra quem ainda não foi, ainda dá tempo de ir na vídeo exposição 6 bilhões de outros de Yann AtthusBertrand e da Fundação GoodPlanet, dirigido por Sibylle dOrgeval e Baptiste Rouget-Luchaire no Masp.

SOBRE A EXPOSIÇÃO: 

Iniciado em 2003, dez anos depois do fotógrafo e ambientalista francês Yann Arthus-Bertrand surpreender o mundo com seu livro e documentário A terra vista do céu, o projeto mobilizou uma dezena de repórteres que percorreram 78 países recolhendo a palavra de homens e mulheres. Foram cinco anos para realizar 5.600 entrevistas, depois selecionadas e editadas sob comando dos diretores Sibylle d’Orgeval e Baptiste Rouget-Luchaire.

A procura pela maior diversidade possível de personalidades determinou as escolhas: diferentes meios sociais, faixas etárias, profissões, opções religiosas e diferenças étnicas. Compor um retrato sensível, representativo e respeitoso das pessoas entrevistadas e oferecer esses testemunhos ao maior número de pessoas era o objetivo.

O jornalista não aparece em imagem ou som. O entrevistado olha diretamente para a câmara, dirigindo-se ao espectador. Imagens coloridas de alta qualidade técnica mostram um tecido da diversidade cultural do planeta através de rostos, idiomas, marcas faciais e adereços. Essa abordagem direta cria o laço de intimidade e identificação, mostrando porque o maior espetáculo para o ser humano é o próprio ser humano. Narrativas de todos os cantos da Terra se sobrepõem e se ombreiam, capturam e encantam a atenção do espectador, mostrando em que somos idênticos e diferentes.

A vídeo exposição mostra pessoas de diversos países, de culturas distintas, que falam outras línguas, vivem outras realidades, vestem outros tipos de roupa… as vezes pessoas totalmente diferentes tem o mesmo sonho ou o mesmo medo.

6 bilhões de outros passa ao espectador através de muitas imagens, cores e sons, o quanto não podemos nos distanciar e esquecer o outro, seja ele seu vizinho ou morador da Cidade do Cabo.

 MAKING OF:

Os organizadores precisaram de cinco anos e mais de 4.800 horas de filmagens em 78 países.

No total são 5.600 entrevistas e cada pessoa respondeu 40 questões, isso totaliza mais de 50 línguas faladas em toda a vídeo exposição.
Tudo isso com a finalidade de mostrar o que pensa o outro e não importa a língua, as perguntas eram as mesmas e dentre elas os entrevistados responderam sobre o que aprenderam com os seus pais, o que têm vontade de transmitir aos seus filhos, quais os desafios que enfrentaram e o que é o amor?

Vale MUITO a pena conferir e ouvir os depoimentos, eu chorei DEMAIS ouvindo os relatos, a saudade, historias sobre a infância, amor, ódio… só estando lá para sentir mesmo.

6 bilhões de outros fica no Masp até o dia 10 de julho e o visitante que quiser integrar a vídeo exposição tem que responder através do site http://www.6bilhoesdeoutros.org às mesmas 40 questões feitas aos personagens que integram a mostra.

Ao final da exposição, tiramos uma foto (Helião, Fê, eu, Martha Mellinger e Mau).

Nada melhor do que comparecer à exposições com pessoas alegres, conversamos muito, nos emocionamos com os depoimentos… foi um dia incrível, só tenho que agradecer…

Corram enquanto ainda dá tempo.

Referências: http://www.masp.art.br/masp2010/exposicoes_integra.php?id=86&periodo_menu=cartaz

http://www.6milliardsdautres.org/saopaulo/index_pt.html

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s