YAYOI KUSAMA obsessão infinita

Padrão

Uma senhora japonesa prestes a completar 84 anos vive um cotidiano bastante curioso em Tóquio: Yayoi Kusama.

yayoi-kusama

Conhecida como a maior artista plástica da pop art nipônica. Entre os feitos de sua carreira estão o fato de ter vendido uma de suas obras por U$ 5,1 milhões em um leilão em 2008 – o que a tornou uma recordista entre as artistas femininas vivas.

Podemos considerar que as fronteiras da arte extrapolam compreensões e invadem outros campos do conhecimento, como por exemplo, loucura e arte no de Yayoi Kusama.

20071005_eng_kusama01

Diagnosticada com desordem da personalidade e transtorno obsessivo compulsivo, ela vive há mais de 30 anos, por iniciativa própria, numa instituição psiquiátrica em Tóquio.

Considerada um dos maiores nomes da arte contemporânea e da moda, A Princesa das Bolinhas, como é conhecida, transpõe para telas, roupas, vídeos, esculturas e até para corpos nus as formas e cores psicodélicas que enxerga em suas alucinações; sobretudo, claro, bolinhas.

yayoi-kusama-retrospective-at-tate-modern_11

Seu trabalho é uma mistura de diversos estilos como, colagens, pinturas, esculturas, arte performática e instalações ambientais, onde é visível a característica que se tornou a marca da artista: a obsessão por pontos e bolas:

“Minha arte é uma expressão da minha vida, sobretudo da minha doença mental, originário das alucinações que eu posso ver. Traduzo as alucinações e imagens obsessivas que me atormentam em esculturas e pinturas.

Todos os meus trabalhos em pastel são os produtos da neurose obsessiva e, portanto, intrinsecamente ligados à minha doença”.

Dessa combinação peculiar, saiu boa parte dos trabalhos da exposição Obsessão infinita: uma retrospectiva abrangente, que reúne trabalhos criados entre 1950 e 2013.

???????????????????????????????

Yayoi Kusama nasceu em Matsumoto, no Japão, em uma família de classe média tradicional e, segundo a artista conta, bastante repressora. Desde cedo, os transtornos mentais da menina se traduziram em arte e na criação de uma identidade visual bem peculiar — uma de suas marcas registradas até hoje.

???????????????????????????????

“Por sorte, quando eu ainda era muito jovem, fui a um psiquiatra que entendia de arte. Desde então, eu luto contra a minha doença; embora, no meu caso, a cura estivesse em criar arte baseada na doença. Desenvolver minha criatividade foi a minha cura”.

kusama3

ins-kusama053

Por causa da guerra, eu tive que passar a minha juventude na escuridão de um Japão militarista — conta a artista. — Isso fez com que eu buscasse um lugar mais amplo, um mundo exterior em que pudesse me expressar. Então, fui para os Estados Unidos”.

 

Kusama chegou a Nova York em 1957, e lá entrou em contato com artistas como Donald Judd, Joseph Cornell e Andy Warhol. Foi na cidade americana onde ela começou a fazer peformances, em que pessoas nuas eram cobertas com suas indefectíveis bolinhas, numa espécie de celebração do amor livre…

download kusama_17_550

yayoi11

Entre os maiores destaques está um de seus trabalhos seminais, o “Campo de falos” — um jardim de falos decorados com bolas vermelhas e brancas numa sala espelhada:

yayoi-kusama

???????????????????????????????

Outro destaque é a instalação “Cheia de brilho da vida”, em que as bolinhas aparecem na forma de lâmpadas que se acendem e apagam em cores diferentes.

Instalação Fireflies on the Water-thumb-600x496-49324

 

???????????????????????????????

E o público também é chamado a participar da obsessão da artista. Cada visitante recebeu uma cartela de adesivos, todos de bolas coloridas, para decorar outra instalação, a “Sala da obliteração”, originalmente toda em branco:

yayoi

???????????????????????????????

Desvendar a relação entre loucura e arte desafia cientistas há décadas. Yayoi Kusama  traduz em seus trabalhos uma expressão de seu mundo interior, também funcionam como uma forma de evitar o suicídio, em suas próprias palavras.

Pra quem estiver por São Paulo, não perca a oportunidade de visitar a mostra “Obsessão Infinita” no  Instituto Tomie Ohtake até 27 de julho e reúne cerca de 100 obras da artista, entre pinturas, esculturas, vídeos e até instalações.

»

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s