31 edição da Bienal de Artes em São Paulo

Padrão

Como de costume, fui a 31 edição da Bienal de Artes em São Paulo.

10644564_755927334464730_7878836374552803132_n

Com curadoria de um escocês, dois espanhóis e dois israelenses, a maior exposição de arte da América Latina inaugurou no último dia 6 com uma proposta diferente desenvolvida por 69 artistas. Os focos dos curadores Charles Esche, Pablo Lafuente, Galit Eilat, Oren Sagiv e Nuria Enguita Mayo foram o processo criativo, o diálogo com a contemporaneidade e a associação colaborativa na produção dos trabalhos.

1011628_755927471131383_382042055356053209_n 1013224_755927677798029_9134340610683754862_n 10616526_755927504464713_559572746218175321_nA mescla obtida pelos curadores traz assuntos tão palpáveis e presentes no “mundo real” como religião, sexualidade, política e guerra… questões essas que fazem parte da nossa realidade mas que talvez seja preciso visitar a exposição para percebê-las e repensá-las de outra maneira e sobre outros aspectos.

10704087_755929657797831_2348196060520331665_n149584_755929757797821_2768556012674607406_n 1962764_755929547797842_1255096800160342513_n

10670053_755929797797817_8585659221815308501_n 10689511_755929567797840_1366368374093691075_n
10712903_755927371131393_4715560839902837427_n

Alguns destaques:

  • O vídeo Inferno, do israelense Yae Bartana mostra a inauguração de um grande templo, destruição do mesmo e culto a seus escombros…a crítica é ao Templo de Salomão, em São Paulo, feito com pedras importadas de Israel. Assunto polêmico?

L0952DB3DC4FA4634A4011928BCD5F64F

  • Gabriel Mascaro, pernambucano que pesquisou imagens feitas durante as manifestações de 2013 para detectar uma maneira muito especifica de identificar os que protestavam: sob a ótica da polícia. “Eles cobrem os rostos, mas usam sapatos muito específicos que chamam a atenção…o que ajuda os policiais a identificá-los”, explica o artista da obra Não é sobre sapatos.

cena-da-videoinstalacao-nao-e-sobre-sapatos-de-gabriel-mascaro-1412012631014_300x300

  • A instalação The Incidental Insurgents, dos palestinos Basel Abbas e Ruanne Abou-Rahme, que questionam (inevitavelmente) a crise politica contemporânea que vivenciam no dia a dia e indicam um novo imaginário social a surgir depois de um colapso.

20140901-entretenimento-bienal-de-artes-2014-0050-size-598

Informações

Visitação até 7 de dezembro, terças, quinta, sexta e domingo, das 9h às 18h, e quarta e sábado das 9h às 21h, no Pavilhão da Bienal (Parque Ibirapuera, Av. Pedro Álvares Cabral, São Paulo)

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s