Arquivo da tag: dicas de viagem

ZARAGOZA

Padrão

Bom, a primeira parte da viagem eu já escrevi sobre Portugal, quem quiser ler a matéria, o link é esse:https://pencefundamental.wordpress.com/2013/01/30/role-pela-europa-portugal-e-espanha/

Agora vou dividir a segunda parte, que foi Espanha em 4 posts, um pra cada cidade: Zaragoza, Barcelona, Madrid e Valencia.

Vou seguir o cronograma da viagem.

Saímos de Lisboa e fomos de trem até Zaragoza. Zaragoza é uma parada de inúmeros horários do trem AVE (altíssima velocidade) e de todos os trens Alvia (rápidos) entre Madri e Barcelona. Ficamos apenas 2 dias em Zaragoza e depois partimos de trem para Barcelona (próximo post).

Imagem

ZARAGOZA

Chegamos em Zaragoza de manhã e estava beeeeeeeeeeem frio, sol mas com um vento muito forte e gelado.

Zaragoza é um município e a capital da província e da comunidade autônoma de Aragão, na Espanha.

Seguimos para o Hotel, deixamos as malas e fomos passear. Sugiro quem for pra Zaragoza fique em algum Hotel perto do centro, pois é lá que as coisas acontecem.

Imagem

Imagem

Imagem

Imagem

Tomamos um café da manhã delicioso: churros com chocolate e bocadillos de queijo (um lanchinho de queijo).

Imagem

Lembrando que, os horários de funcionamento das lojas e estabelecimentos são meio malucos devido a ciesta, vou explicar: o comercio abre as 10h da manhã e fecha as 14h, aí os comerciantes, donos e a maioria dos trabalhadores das lojas tiram uma “soneca” após o almoço, essa “soneca” chama-se ciesta. Até as 18h estava tudo fechado e após este horário as lojas voltaram a estarem abertas até as 22h! durante o tempo da ciesta as ruas ficaram vazias!

Imagem

O ponto principal da cidade é a Plaza de Pilar, uma grande praça (na verdade três praças juntas) na margem do rio Ebro, onde estão praticamente todos os pontos turísticos da cidade antiga. Os monumentos contam a história de Zaragoza, desde o Museu do Fórum Romano Cesaraugusta ao Mudéjar La Seo cathedral, da bolsa de mercadorias renascentista de La Lonja, a alguns modernos santuários como a fonte Hispanidad.

Imagem

Imagem

Imagem

Zaragoza tem muitas ruínas romanas espalhadas e conservadas.

Imagem

O maior e mais emblemático de tudo é a Basílica de Nuestra Señora del Pilar, um dos monumentos religiosos mais reverenciados de toda a Espanha. No final da rua de pedestres Calle Alfonso I, está a grande basílica. Seu exterior parece uma mesquita otomana com os domos e minaretes claros.

Imagem

Imagem

A noite fomos jantar nas feirinhas na Praza de Pilar, estava tendo festa devido a semana dos reis magos, com música, muitas comidas típicas, barracas de queijos e chocolates artesanais (maravilhosamente deliciosos). Muitos pubs ao redor.

Imagem

Imagem

Imagem

Zaragoza tem alguns bares de tapas fantásticos, com dezenas de locais em ou perto da Plaza de Santa Marta e no extremo sul da Calle Heroísmo. As ruas estreitas de El Tubo, ao norte da Plaza de España, são o centro de tapas.

Imagem

Imagem

Fomos também ao Estádio Real Zaragoza, conseguimos entrar com uma excursão de crianças heheh.

Imagem

Imagem

Também passamos no Museu da Arte Contemporâneo.

Imagem

O Castelo de Aragão é simplesmente demaissss:

Imagem

Também dei uma passada nas lojas pra compras algumas roupitchas pra mim e uns regalitos para a família e os amigos:

Imagem

Foi demais!!!

Amei conhecer Zaragoza!

Anúncios

MENINAS FAZENDO XIXI EM PÉ :)

Padrão

Oi gente

Fiquei um pouco ausente porque fui viajar com a family pra Socorro, fizemos tirolesa, arvorismo, caminhadas, trilhas, nossa foi uma delicia (no próximo post eu vou falar sobre o lugar, dar dicas e posto fotos).

Lá era meio difícil a conexão da internet, por isso acabei não postando.

O motivo desse post é exclusivamente pra falar sobre um produto super incrível: OIGIRL! Decidi postar sobre ele porque ele me fez muita falta no meio das trilhas…

Alguém já ouviu falar dele?

Com ele, a mulher pode fazer xixi em pé.

Você já se deparou com a situação incômoda de enfrentar um banheiro lotado, sem controle de higiene, distante ou até inexistente?

 

OiGirl é a resposta prática, discreta e higiênica para essas e outras tantas situações do seu dia-a-dia. Cabe facilmente na sua bolsa, no bolso ou no porta-luvas do seu carro. Pode ser muito útil em viagens, caminhadas, no percurso de uma maratona, em passeios ciclísticos, acampamentos, colônias de férias, escolas, baladas, shows, estádios, enfim é uma solução inteligente, durável e reutilizável, bastando enxaguar com água e sabão após o seu uso.

Ele é fabricado com 100% de silicone medicinal, OiGirl é flexível e de alta durabilidade.

Eu ainda não tenho esse produto, mas com certeza vou ter e vou ser adepta ao uso, além de higiênico ele é super pratico e bem baratinho! AMEI!

Assim que eu o usar conto a experiência.

Beijão pessoal e já já conto sobre a viagem!

obs: para maiores infoemações acessem o site: http://www.oi-girl.com.br/default.aspx

Mariana Arruda Simoni

contato: mariana.as@uol.com.br

Carnaval- parte 2

Padrão

Oi pessoas, como vocês estão? 

Eu estou a mil por hora, com m-u-i-t-o-s projetos e trabalhos da faculdade, enfim, assim que eu me organizar melhor volto a escrever aqui com mais (muito mais) freqüência, ok?

Dando continuidade ao post anterior, sobre meu Carnaval em Montevidéu e em Buenos Aires.

É o terceiro ano consecutivo que eu passo o carnaval em Buenos Aires (falo carnaval, mas me refiro ao feriado, pois vou pra lá justamente para não ver nenhum carnaval).

Buenos Aires é a capital da Argentina. Uma cidade muito fácil de se virar “sozinho”, não tem como se perder por lá pois as ruas são paralelas e cada quarteirão aumentam 100 numeros, então é fácil se localizar. Mas fácil ainda se locomover: seja a pé, de ônibus ou de taxi (que lá é bem baratinho).

Chegamos (eu, Mau, Gui e Gabriel) em Buenos Aires na segunda (vindo de Montevideu, onde passamos 3 dias), fomos direto para o hotel, deixamos nossas malas e fomos dar uma volta pelas ruas e já no primeiro dia tinha JOGO (oba!) do Argentino Jrs.

jogo do Argentino Jrs.

No decorrer da semana visitei muitas lojas e comprei varias coisinhas “diferentes” (roupas, acessórios de cabelo, brincos, que vão ficar para um próximo post).

Pegamos muito calor, entretanto, em dois dias pegamos muita chuva e enchente. 

Fomos visitar amigos, como Martín, Hugo, Johana e Augustina.

Assistimos a dois ensaios, uma da banda Doble Fuerza (do Hugo) e outro da banda Tango 14– particularmente os ensaios foram como shows particulares.

Além do jogo do Argentino Jrs, fomos visitar alguns estádios, como a Bombonera, o estádio do Racing, do Independiente e do River

nós en "La Bombonera"

estádio do Racing

estádio do Independiente

campo do river

Assistimos mais dois jogos, do Velez e do All Boys

jogo do All Boys

jogo do Vélez

Uma dica pra quem quer ir pra Buanos Aires é ir ao Zoológico da capital, é maravilhoso, tem muitos bichos e até um cinema 3-D, falando em cinema, fui assitir “Preciosa” lá, vale muito a pena. 

  

Outra dica é visitar o “Museu de la Ciudad”, onde eu encontrei diversas coisas sobre moda (indumentarias, vestimentas, acessórios e manequins). 

 

 

 

Foram 7 dias passeando, comprando muita coisa, indo em jogos, conhecendo pessoas diferentes, comendo muito burguer king (pois lá tem lanche com hambúrguer de soja) e tomando muito sorvete com doce de leite e alfajores havana, mas, pra compensar andávamos muito (uns 15 ou 20 km por dia), pois como eu disse a cidade é plana, ah e o mais importante: nada de carnaval. 

Para fechar com chave-de-ouro, o Mau me levou em um restaurante à luz de velas, um jantar romântico. 

 

 

Abraços

Mariana Arruda Simoni

Carnaval- parte 1

Padrão

Pois é…. Mais um carnaval que consegui fugir daqui e trocar o samba pela moda argentina (e uruguaia dessa vez), jogos e mais jogos de futebol, visita a amigos, show e muito passeio . Foi um feriado bem produtivo e espero dividir algumas das quase 1.000 fotos que fizemos (eu, Mau, Gui e o Gabriel, que só encontramos em Buenos Aires) por lá.

Hoje vou escrever sobre o Uruguai:

O início da viagem já foi animadíssimo ao saber ainda em Cumbica, que o nosso Santo André havia ganho de virada do Mirassol.

A viagem foi dividida em duas etapas. Saímos daqui de SP sexta-feira à noite, chegamos em Montevidéu (Uruguai) de madrugada, pegamos um taxi até o hotel Arapey. Descrição do hotel segundo o taxista “Malíssimo”, o hotel era um tanto quanto… estranho.

Ficamos três dias em Montevidéu, uma cidade muito legal que consegue manter um ar “retrô”, mesmo em meio às inovações tecnológicas tão presentes no dia a dia.  O nosso hotel era próximo à Ciudad Vieja, lado ainda mais old school de Montevidéu.

O centro é cheio de praças e monumentos…

 

Existe um contraste das grandes avenidas com estreitas ruas, que escondem calçadões sempre cheios de feirinhas com muita arte a venda.

Economicamente falando, o mais legal do Uruguai é que eles tem notas de mil… hehehehe. Antes que alguém pense que a gente ficou milionário, vale lembrar que R$1 = 10 Pesos Uruguaios, a verdade é que dava dó de dar 200 pesos em uma pizza, mas a pizza lá só custava 20 reais.

Ah, e Montevidéu tem praias e tem um Shopping ótimo a 500m da praia, então fomos lá conferir (que sacrifício).

Comprei uma saia cheia de rebite da Zara lá no shopping:

 

Fomos em um show de punk rock pra ver como é que é a cena por lá!

Em relação ao futebol, fomos em 2 jogos. Um dia no do Peñarol e no outro do Nacional (rivais e o pior de tudo os dois jogos foram no mesmo estádio, no Centenário, um no sábado, outro no domingo).

jogo do Peñarol

deu até pra pegar um bronzeado no jogo do Peñarol

jogo do Nacional

Em relação à moda, as uruguaias usam roupas muito coloridas, saias bem curtas, rasterinhas, flor no cabelo, calça skinny bem colorida, mochilas e bolsas de mão estruturadas.

Os cabelos, na maioria são compridos, porem inteiros navalhados, dando um aspecto de varias camadas de comprimentos variados, a moda por lá é muito parecida com a Argentina.

Minhas aulas já começaram na faculdade, e já tenho milhares de tarefas, projetos, que em breve eu conto pra vocês, assim como continuarei postando sobre a viagem, agora em relação à Argentina.

Abraço

Por

Mariana Arruda

Tour pela Europa: 6º dia- Paris

Padrão

14/07- Paris

Acordamos, fomos tomar café. Embora o salão de café fosse pequeno, o café era excelente, pães de todos os jeito, queijos os mais variados, docinhos, crepes… uma delicia!

Paris 2009 132

Após o café fomos todos (eu, Mau, Digo, Vovó, Mamãe e o tio Lúcio) dar uma volta por Paris, onde vimos uma parte do desfile civil de soldados, por causa do feriado da Queda da Bastilha. O tio Lúcio pagou pra todos uma daquelas “voltas de barco” e pudermos conhecer um pouco de cada lugar histórico. Passamos em várias lojas de souvenirs, onde compramos umas torrinhas, camisetas e todo aquelas coisas que turistas compram.

Paris 2009 144

Paris 2009 156

Paris 2009 205

Paris 2009 241

Passamos também pela catedral de Notre Dame, onde o corcunda vivia. Almoçamos no Subway. Andamos, andamos e andamos. Quase mortos de cansaço, voltamos para o Hotel, onde tivemos uma sessão de banheira para todos.

Paris 2009 278

Paris 2009 279

Paris 2009 286

Paris 2009 324

Paris 2009 333

Paris 2009 356

Paris 2009 371

Após o leve descanso, nos trocamos e fomos para a Torre Eiffel, ver a comemoração do aniversário da Queda da Bastilha. Foi o momento mais impressionante de toda minha vida. Fomos a pé e ficamos a menos de 1km da Torre, onde pudemos ver perfeitamente os fogos, o show e as projeções com Ópera ao fundo eu nos contou toda a história de Paris, França e da própria Torre. Foi um espetáculo.

Paris 2009 381

Paris 2009 408

Tudo isso, ao lado de mais de um milhão de pessoas, que assistiam a tudo, calados, maravilhados.

Ao termino do evento, a multidão se espalhou pelas ruas como em saída de estádios, mas em uma proposição que eu jamais vi.

Voltamos a pé e dormimos, foi um dia bem cheio.

Tour pela Europa: 5º dia- de Londres para Paris

Padrão

13/07 De Londres à Paris

Acordamos cedo e fomos tomar café. Arrumamos as malas e colocamos em um quartinho do Hotel, pois o check-out era às 11h. daí saímos para o Estádio do West Ham de táxi. Mais uma vez não pudemos entrar e tivemos que nos contentar com as compras na loja oficial do time, que fica ali mesmo. Encontramos ali um boxeador italiano que é casado com uma brasileira, conversamos com ele até que fomos pagar as compras.

DSC03247

Após gastarmos bastante, lamentamos com um dos vendedores que viemos do Brasil e gostaríamos de ver o Estádio por dentro.

E o impossível aconteceu: ele abriu uma porta e nos deixou entrar. Nem preciso falar que foi incrível, o estádio é maravilhoso.

DSC03233

Saímos dali e seguimos para as torres, mas o trem quebrou e como já era um pouco tarde, decidimos voltar ao Hotel.

Eu e o Mau fomos até uma lanchonete comprar uns lanches para o almoço. Chamamos um táxi que custava 45 libras até o aeroporto. O motorista era um cara muito engraçado, gente boa. No final, quando perguntamos se ele teria troco em 3 notas de cinco, ele começou a dançar e cantar “ Olha o que eu tenho aqui” hahaha, aí ele tirou as 3 notas, foi engraçado pra caramba.

Fizemos os checkins e viajamos para paris em um avião da Air France, só serviram uns amendoins, assim, chegamos famintos na cidade luz.

Descemos no aeroporto e já fomos surpreendidos pela presença do exercito nos expulsando de onde iríamos pegar o táxi. Fomos para o outro lado e ao entrar no táxi ouvimos uma explosão- eles explodem as bagagens e pacotes perdidos, diariamente.

Passamos em frente do Estádio da França, que mais parecia um shopping. Paris é uma cidade muito bonita, muito limpa e com uma arquitetura incrível. É diferente de tudo que eu já vi.

Chegamos ao Hotel (que ficava na rua da Torre Eifel) e quem estava lá na porta nos esperando? Minha mãe e minha avó, meu tio estava sentado na esquina vendo se agente chegava por ali. O reencontro foi emocionante- em Paria tudo emociona.

O hotel era lindo e tinha numa banheira maravilhosa. Após subirmos e desfazermos as malas, fomos todos comer pizza em uma pizzaria próxima.

Paris 2009 079

Após o jantar pegamos um metro até a Torre Eifel. Estava noite e a torre toda iluminada- de novo algo emocionante. A torre é MUITO grande.

Paris 2009 095

O metro de Paris, assim como o de Londres é cheio de linhas e intersecções, mas o engraçado é que as vezes você anda quase 15 minutos pela estação até chegar na plataforma de embarque.

Paris 2009 111

O tio Lúcio, a vovó e a mamãe voltaram de táxi e eu, o Digo e o Mau demos uma andada até umas lojinhas de turista- que estavam abertas porque já eram quase 1 da manhã.

Paris 2009 117

 Então depois de ficar olhando a Torre em todos osângulos possíveis, fomos dormir.

por

Mariana Arruda