Arquivo da tag: São Paulo

“Exposição Jardim de Infância”

Padrão

Pra quem não conferiu a exposição “Jardim de Infância” no MAM do dia 17 de julho  até 13 de setembro de 2009,  com curadoria e seleção dos irmãos Campana, eu vou falar um pouco à respeito.

O MAM pediu aos irmãos Fernando e Humberto Campana que escolhessem algumas obras entre o acervo de peças do museu, e que oferecessem um novo olhar sobre estas, buscando claro, o design. Nasceu, então a exposição Jardim da Infância:

exposição 027

Os irmãos Campana fizeram uma seleção pessoal de 5 mil peças do acervo do MAM e montaram uma exposição que visava mostrar como a arte surge através do design. Para a escolha dos objetos, os irmãos Campana buscaram no cerne de seu trabalho os critérios para criar a mostra.

irmaoscampana

O ambiente proposto por eles era colorido, envolvente, que mexia com experiências visuais, olfativas e auditivas, possibilitando uma interação entre a pessoa e o objeto.

A sensação remetida ao entrar na mostra era de que aquela sala parecia um gabinete cheio de bugigangas, que causavam curiosidade, e que, à medida que se observava cada objeto, uma emoção era causada.

Alguns objetos da mostra:

exposição 036

exposição 028

exposição 042

exposição 043

por

Mariana Arruda

Anúncios

Exposição Christian Lacroix em São Paulo

Padrão

Aí vai uma dica de exposição de moda que acontece em São Paulo, mais um evento em comemoração ao Ano da França no Brasil.

A exposição de trajes criados para os palcos do estilista Christian Lacroix.

A exposição reúne a ligação do estilista com a moda e as artes cênicas, ao exibir 105 figurinos que ele criou desde a década de 80, para operas, balé e teatro, além de 80 desenhos e croquis.

Para quem não sabe Christian Lacroix, antes mesmo de criar sua Maison de Alta-Costura em 1987 ele já se dedicava a concepção de figurinos (desde 1985).

“Minha entrada no mundo da moda aconteceu por causa do teatro”.

(Christian Lacroix em um dos textos do catálogo da mostra).

A exposição acontece na Faap com cenografia de Michel Albertini, coloca o Salão Cultural todo escuro, tendo oito vitrines iluminadas, cada uma com dedicada aos figurinos de peças cênicas como Otello e Fedra.

Lacroix mistura tecidos, estampas (especialmente orientais) e técnicas, destaque também para os trajes que misturam referencias espanholas e ciganas.

Ao longo da mostra é possível ir relacionando os figurinos com os desenhos do estilista, um complementando o outro.

Bom, a exposição é GRATUITA e vai até dia 1º de novembro e acontece na Faap, que fica na rua: Alagoas, 903, Higienópolis- SP e vai de terça à sexta das 10h às 20h e aos sábados, domingos e feriados, das 13h às 17h.

Para maiores informações, acesse www.faap.br.

A Moda em São Paulo

Padrão

Mesmo tendo voltado da Europa, o berço da modacontemporânea, é bom voltar pra casa e ver que a cada dia a moda brasileira tem sido valorizada, ainda que focada nas grandes capitais, por enquanto.

Digo isso com base na pesquisa da Global Language Institute, que posicionou São Paulo entre as principais e mais influentes capitais mundiais da moda.

“São Paulo figura em oitavo lugar na lista das dez maiores cidades da moda, segundo revela uma pesquisa anual”.

O Estado de S. Paulo, 20/07/09

caligrafia urbana de SP, do site: www.soniagil.com.br

caligrafia urbana de SP, do site: http://www.soniagil.com.br

Isso confirma a valorização cada vez mais da vocação da cidade para as áreas criativas, sem esquecer do potencial econômico, levando o nome do Brasil para todo o mundo, e valorizando as profissões relacionadas ao design de moda.

Parabéns a todos que colaboram com esse reconhecimento, de blogueiros a consumidores, passando por marcas, designers e todos os profissionais envolvidos.

Meu trabalho sobre Futebol e Moda

Padrão

Conforme prometido no post anterior, hoje vou falar sobre o Projeto Interdisciplinar que apresentei no primeiro semestre de 2008.

Devido ao aniversário da Cidade de São Paulo foi pedido aos alunos que escolhessem um local da cidade para ser usado como tema, materializado em um painel referêncial para uma coleção primavera/verão 2008.

Embora não seja torcedora do São Paulo, decidi escolher o Estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, devido à proximidade com a faculdade.

Ao invés de utilizar referências ligadas diretamente ao futebol ou ao próprio São Paulo, decidi me ater a elementos visuais da arquitetura do Estádio.

Por exemplo a granulação da arquibancada amarela, a própria torcida vista como um elemento único, o gramado e os holofotes, resultando no painel abaixo:

painel2

Acima, podemos observar os três croquis desenvolvidos, a cartela de cores (que nada lembram as trÊs cores do Estádio e do Clube), o Público-Alvo, além do título, uma citação do próprio Cícero Pompeu de Toledo, sonhando com a construção do maior Estádio particular do mundo.