Arquivo da tag: Alexandre Herchcovitch

5º dia de SPFW Inverno 2010

Padrão

Penúltimo dia de SPFW, hoje, 21 de Janeiro (quinta-feira), vamos ver o que vai rolando por lá, com os seguintes desfiles: 

12h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (MASC.) 

Abrindo o quinto dia de desfiles do SPFW Inverno 2010, Herchcovitch mostra coleção inspirada no filme Bergman do sueco Ingmar Bergman, brincando com elementos da morte e da sedução. 

Os modelos apareceram como “caveiras” com dentes enormes e sorriso no rosto (sorriso da morte), mas esse universo sombrio acaba sendo muito sensual. 

 

As peças vieram cheias de zípers, cintos que ajustam apenas de um lado, calças curtas em alfaiataria, muitas pregas em locais estratégicos, golas pequenas, tricô com brilho, em preto e prata e transparência. 

Destaque para o kilt, a saia escocesa, apareceu no xadrez vermelho e preto clássico (punk), além de ternos muito bem trabalhados. 

15h OESTÚDIO 

No mundo contemporâneo em que vivemos, a moda acompanha as transformações da sociedade e transforma seus meios de reprodução/confecção/processo, foi o caso do desfile de OESTÚDIO que foi totalmente virtual. Nenhuma modelo desfilando ao vivo, tudo foi um vídeo no telão que começou com uma mensagem: para se desenvolver tem que se envolver, ao som de Bach, moças apareceram usando as peças da coleção. 

 

Apenas um modelo masculino, uma feminina e dois dançarinos fizeram parte do vídeo. 

As peças apareceram justas, com jeans, muitas sobreposições de camisetas, casacos sequinhos, muito capuz, muito colorido (Preto, cinza, rosa, amarelo, turquesa), listras, bolsões, bermudas. 

16h JEFERSON KULING

O titulo da coleção é “Mesclar” e o estilista Jefferson Kulig fez jus ao tema, relembrou do trabalho na fábrica de tricô dos pais aos 16 anos para criar sua coleção e ainda “Na fábrica, falávamos mesclar quando juntávamos todos os fios que tinham sobrado e usávamos todos juntos”, disse ele, do backstage, antes do desfile.

Na passarela a “mistureba” deu-se por meio da união de vários tipos de tecidos em uma única peça além da seqüência de transparências, em lã, jérsei e tule, formando estruturas.

As cores em tons de cinzas e pretos, com pinceladas de amarelo, vermelho, azul e marrom.

19h NEON 

Os estilistas Dudu Bertholini e Rita Comparato partiram como referência a idéia da caça e do caçador e dividiram o desfile em duas partes.

A primeira parte foi composta pelos looks das “caçadoras” com botas de montaria, blusas de seda, coletes larguinhos, calças de alfaiataria, tricôs e saia-lápis, tudo em tons de marrom e preto e é claro as estampas lindas da marca.

A segunda parte foi inspirada na caça, os animas da floresta como leão, corujas, morcegos, tucanos e elefantes, aí surgiram peças como vestido de um ombro só, bata de coruja, blusas com dente de elefante, ah a coleção foi incrível!

20h WILSON RANIERI 

Penúltimo desfile do 5º dia de SPFW e o estilista Wilson Ranieri apostou em um verão sensual, com pernas e ombros de fora e alguns decotes.

Na passarela peças com aspecto de alfaiataria, comprimento na altura do joelho, macacões, camisas transparentes, feitas com gaze de seda, também vieram peças mais estruturadas como colete com volume, alguns vestido ou saias.

As cores surgiam em tons de rosé, grafite e vermelho, além de preto e cinza.

21h30 LINO VILLAVENTURA 

Encerrando com chave de ouro o 5º dia de SPFW Inverno 2010, Lino Villaventura abriu o desfile ao som de um tango à la Won Kar Wai e ainda contou que nesta estação, criou suas próprias asas e voou na imaginação, o resultado? Uma VIAGEM.

Na passarela modelos vestiam scarpins meia-pata de 15cm, encrustrados com vidrilhos e plumas, chapéus de meio metro de e vestidos estruturados com muito brilho e algumas transparências.

O destaque vai para as aplicação de pérolas, cristais Swarovski e vidrilhos, além de diversas texturas e sobretudo do patchworks criado com bordados e nervuras.

Janeiro, sexta-feira: 

12h ISABELA CAPETO 

15h CAROTA JOAQUINA 

17h RESERVA 

18h30 MARCEO SOMMER 

20h ANDRÉ LIMA 

Por 

Mariana Arruda

Anúncios

Resgatando a história da MODA Brasileira…

Padrão

Oi gente, essa semana durante uma aula de Moda Contemporânea, relembramos do evento Phytoervas Fashion, aí eu decidi que iria postar pra quem nunca ouvir falar do evento ou pra quem acompanhava este evento que foi a primeira temporada de moda nacional.

phytoervas

fashion

oitava edição

O Phytoervas Fashion foi criado em 1993 com o objetivo de proporcionar visibilidade ao trabalho criativo e de qualidade desenvolvido por jovens estilistas. Até a sua 7ºedição, realizada em fevereiro de 1997, o Phytoervas Fashion era realizado duas vezes por ano, nos meses de fevereiro e julho.

Em sua 1º edição (fevereiro de 1994), o evento contou com a participação de Walter Rodrigues, Cia do Linho e Alexandre Herchcovitch. Com a criação de uma comissão julgadora, formada por profissionais do mundo da moda e das artes, (jornalistas, fotógrafos, profissionais de moda, professores, estilistas consagrados, diretores de arte), o evento ampliou seu numero de participantes e estabeleceu uma regra: o estilista escolhido só poderia participar no máximo três vezes do evento.

Este espaço foi criado para ser o primeiro Centro de Moda Brasileiro.

Em1996, o Phytoervas Fashion, já sob direção geral de Betty Prado, apresentou um formato mais maduro e profissional, e passou a ser realizado na Fundação Bienal de São Paulo. O evento reuniu mais de nove mil pessoas. Alguns estilistas que fizeram parte do evento após essa data: Ronaldo Fraga, Gloria Coelho, Marcos Borches, Marcelo Sommer, Mário Queiroz, Sta Ephigênia, Eduardo Ferreira, Estela Alcântara e Jeziel Moraes, Jun Nakao e mais uma vez o Mundo Mix, além de outras novidades como a participação de estudantes de moda com exposição de fotos, colagens e croquis dos estilistas participantes, mostrando o processo criativo.

Uma das contribuições do evento foram as “tendências”, que deixou de estar em um catalogo e passou a ocupar as revistas, com editoriais e histórico dos estilistas, fazendo com que as pessoas pudessem ter acesso às tendências.

Obs: O evento marcou também a estréia de Gisele Bündchen.

desfilegisele

HOMENS de saia

Padrão

Vocês já devem ter visto ou ouvido falar de homens usando saia. Para alguns soa estranho, para os mais jovens é ligado diretamente a grupos como punks, hippies, novos românticos, pessoas modernas e ousadas.

Mas, se pararmos para analisar, quando pensamos em kilt, a primeira imagem que aparece em nossas mentes- ou na maioria delas- é daquele saiote xadrez usado por homens na Escócia.

homemescoses

O kilt foi adotado pela Escócia como um símbolo nacional do traje masculino, o que acabou sendo difundido no mundo como um padrão estilizado. Mas, o kilt é uma criação dos celtas, povo que precedeu os escoceses, assim como aos irlandeses, que também os usam. E, o mais engraçado é que originalmente, os kilts não eram xadrezes!

O kilt é definido por ser um saiote masculino, pregueado na parte de trás, cujo comprimento vai da cintura aos joelhos e o que o define como kilt não é o padrão xadrez (tecido chamado tartan) e sim a forma como foi confeccionado.

As cores utilizadas no tartan e o padrão que formam, representam as famílias (ou clãs, como dizem os escoceses).

No mundo contemporâneo que vivemos, muitos homens estão usando cada vez mais saias e alguns estilistas mais ousados e conceituais, como Jean Paul Gaultier, Marc Jacobs, Vivienne Westwood, Rei Kawakubo, Alexander McQueen e Alexandre Herchcovitch, apresentam com freqüência este modelito de saia em seus desfiles…

marcjacobs

 

585683ci

HERCHCOVITCH FAZ SEU PRIMEIRO DESFILE NA ROSA CHÁ

Padrão

Estreando como estilista da Rosa Chá, Alexandre Herchcovitch apresentou dia 10 de setembro de 2009,  seu primeiro desfile na semana de moda de Nova York.

Foi sua primeira apresentação de coleção para a grife e a primeira vez que ele cria uma coleção completa de beachwear.

rosa

Quanto ao tema, Alexandre deixou-se conduzir pela própria arquitetura do beachwear com referências às sutilezas da lingerie.

Segundo ele, a brasileira tem uma relação única com o corpo, num equilíbrio ideal no mostrar e esconder as partes do corpo, por meio da roupa.

O estilista soube explorar transparências, construções e formatos de bojos, além do uso de cristais aplicados em algumas peças, listrados branco-e-preto e cores fortes trançadas como amarelo, verde e laranja.

rosacha

Herchcovitch inaugurou uma nova fase na grife Rosa Chá, sem deixar o passado legado por Amir Slama, ex estilista da marca.

Vale lembrar que Alexandre Herchcovitch é daqui de São Paulo, e teve seu contato com o a moda desde cedo graças ao convívio com sua mãe Regina, dona de uma pequena confecção, que o ensinou princípios básicos de costura.

Em breve prometo um post só sobre a história dele, assim como fiz como Coco Chanel (veja aqui o post sobre a estilista). Por hora, quem quiser saber um pouco mais, pode visitar o site do estilista: http://herchcovitch.uol.com.br/index_pt.html

As fotos utilizadas neste post foram retiradas do site: http://estilo.uol.com.br/moda/album/bakstagerosachav10_album.jhtm#fotoNav=19

Por

Mariana Arruda

Último dia de SPFW Verão 2010

Padrão

Encerrando o ultimo dia de desfiles do SPFW Primavera/Verão 2009/10, na segunda-feira, dia 22/06, as seguintes marcas desfilaram:

15h00 – Isabela Capeto

Com o tema da coleção inspirado pelo artista Robert Rauschenberg, a estilista Isabela Capeto reaproveitou antigas coleções e aura dos anos 40 e se apropriou do artista,o conceito de colagem que aplica no raciocínio de montagem de coleção, abrindo o último dia de SPFW.

isabelacapeto

As cores da cartela apareceram como auge, tendo como predomínio as variações dos verdes “exercito”.

Destaque para as estampas no tricô fininho, baseadas nos anos 40, sugerindo um retrato de crise.

Referência das fotos:  http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1861&tipo=1

 

16h00 – Wilson Ranieri

O lenço também é amarrado de maneiras diferentes e ousadas, ou até estranhas, como se a modelo estivesse com dor de dente, “segurando o queixo” e preso com um nó na cabeça.

 Na passarela o comprimento predominante é mini, muitos lenços com estampa de cashemire, vestidos desconstruídos, fendas, drapeados, recortes, transparência, frente única, calças de cintura marcada, porém não muito alta e com barra marcada, além de boca larga.

wilson

Na cartela de cores aparecem azul, marinho, rosa, amarelo, verde olive, branco e o make-up aparece em preto coberto de cores flúor.

Destaque para sandália meia-pata com franjas.

Referência das fotos: http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1862&tipo=1

 

17h00 – Movimento

Explorando a brasilidade e referências como mulheres jovens e descontraídas, a marca Movimento trouxe para esta edição do SPFW um verão cheio de estampas e cores como branco, roxo, verde, cáqui e cereja.

movimento

Na passarela tem biquíni de todo jeito: calcinha alta, calcinha baixa com a lateral grossa ou fina, top com babadinhos, alça torcida, além dos maiôs bem diferentes e dos vestidos curtos e longos, com aplicações de rendas, shorts e calças leves e macacões.

Destaque para as máxi e minibolsas feitas em palha e gorgurão.

Referência das fotos: http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1863&tipo=1

 

18h00 – Alexandre Herchcovitch (masculino)

Buscando na alfaiataria básica elementos para a coleção verão 2010, Alexandre Herchcovitch apresentou sua coleção com cores vivas, como laranja, azul e pink, contrastando com o p&b e cinza.

Na passarela calças sequinhas usadas com coletes, capa de chuva em nuylon fininho, camisas ajustadas, macacões, bolerinhos com gravatinhas finas,além de meias e guarda-chuvas coloridos.

alexandremasc

Uma coleção com toque de street devido aos bonés New Era.

Referência das fotos: http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1864&tipo=1

 

19h00 – Reserva

Com uma trilha sonora alegre e bem humorada, de hits bregas e cafonas, que abriu com Calcinha Preta e terminando em Beto Barbosa, a grife Reserva mostrou uma coleção de “safári safado” com foco nas estampas sujas inspiradas em fotos de savanas africanas.

reserva

Na passarela , bermudas, calças, jaquetas e coletões com bolsos utilitários, paletós com estampa clarinha, o primeiro bloco tem cores mais claras, com algumas peças em padronagem xadrez. Depois as cores vão aparecendo na passarela como as listrinhas multicoloridas.

No final, ao som de “Adocica”, os modelos entram com beijinhos carimbados nos rostos.

Referência das fotos: http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1865&tipo=1

 

 

20h15 – Samuel Cirnansck

Com inspiração na alfaiataria dos anos 40, Samuel Cirnansck apresentou uma coleção glamurosa e retro, com três carros antigos na passarela, além da presença da cantora cubana, Marina de la Riva.

Na passarela pantalonas de cintura alta, paletós de ombro marcado, corsets que marcavam bem a cintura, ancas arredondadas em saias justas, vestidos justos e muitos bordados de paetês.

samuel

No final do desfile, ele apresentou vestidos de festa em tons de azul, verde-água, rosé, inclusive um de noiva.

Referência das fotos: http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1866&tipo=1

 

21h30 – André Lima

Mergulhado em seu próprio universo- o dos excessos- André Lima encerrara a temporada SPFW Verão 2010 trazendo uma coleção com vários mix: amazônico, tropical, oitentista, exuberante, psicodélico, com girafas e pássaros; em uma atmosfera sensual e bem brasileira.

andrelima

Na passarela looks curtos e longos, alguns com caudas, os volumes vem concentrados em looks híbridos, além da geometria trabalhada em tops e bainhas e dos corsets.

Destaque para as cabeças concretistas das modelos.

Referência das fotos: http://erikapalomino.ig.com.br/desfile/desfile_thumb_action.php?id=1867&tipo=1

Segundo dia de SPFW Verão 2009/10

Padrão

Ontem, segundo dia de SPFW Verão 2009/10, fui conferir o que rolava por lá e realmente a Bienal estava respirando França, o tema desta edição.

spfw 366

Na entrada pode-se ver um mural (na rampa) que estava sendo pintado desde o primeiro dia, vamos ver como ficará no final desta temporada.

spfw 313

spfw 316

Um imenso lustre era a principal atração, cortinas em tons de vermelho e roxo. Algo muito interessante foram as “tatoos” românticas que além de enfeitarem os vitrais e paredes, também enfeitavam a pele de algumas pessoas (de mentirinha, aquelas que agente cola e depois lava e sai).

Bom, vamos para os desfiles do segundo dia (18/06):

 

13h30 – Iódice

O estilista Waldemar Iódice se inspirou nas perolas e criou uma atmosfera envolvente, sensual e elegante na apresentação de sua coleção.

Baseada no estilo clássico, as peças apresentavam formas simples, leves, com muitos drapeados e caimentos perfeitos, nada de muito curto.

IODICE 

 

A sensualidade da coleção, principalmente por conter muita transparência, era quebrada com os colares brutos e exagerados, criados pela designer de jóias Francesa Romana Diana.

A predominância da cor nude, com tons de preto e vermelho alaranjado pontuaram a coleção.

Referência das fotos: http://estilo.uol.com.br/moda/album/iodicev10_album.jhtm

 

 15h30 – Maria Bonita

Com a coleção falando sobre o universo das feiras livres, a marca Maria Bonita apresentou um desfile bem brasileiro (a trilha sonora com canções de Cartola), sem cair no óbvio.

Na passarela peças amplas e frescas, maxi bolsos, vestidos, macacões. Na maioria das peças, a cava é grande aparecendo muito à pele, sugerindo uma atmosfera sensual, além da barriga de fora, porém com a cintura alta.

maria

Destaque para os tecidos que se mesclam em orgânicos (amassados) e tecnológicos (brilhantes).

A coleção tem muita cor, remetendo as sacolas de feira.

Referência das fotos: http://estilo.uol.com.br/moda/album/mariabonitav10_album.jhtm

 

16h30 – Alexandre Herchcovitch (feminino)

Mesclando esportes, armaduras e conto de fadas, o estilista Alexandre Herchcovitch apresentou uma coleção multicolorida, com referencia à um mix de jogador de futebol americano com rainha má de “Alice no País das Maravilhas” para suas garotas.

Na passarela as cores: bege, rosa e azul clarinhos, pink e amarelo em neon e a estamparia multicolorida. Vestidos curtíssimos, calça mais seca, saias muito armadas, feitas com estrutura para a sustentação, além de macaquinhos, camisetas e shorts.

alexandre

Para contrastar com o colorido, estilista apostou também no preto.

Nos pés, sapato tipo Oxford reeditado com meias compõem os looks.

Referência das fotos: http://estilo.uol.com.br/moda/album/alexandreherchcovitchfemv10_album.jhtm#fotoNav=43

 

17h30 – Cori

Assinada pela dupla Gisele Nasser e Andrea Ribeiro , a marca Cori trouxe em sua coleção um verão romântico e sensual, com tecidos leves e soltos em cores suaves como perola, branco,preto, roxo e tons de rosa.

Na passarela ombros largos (referência aos anos 80), cintura bem marcada por cintos e volume no quadril, além dos vestidos.

cori

Tudo na coleção parecia leve, fresco, as formas eram amplas e as estampas sugeriam pinceladas de tinta.

Referência das fotos:http://estilo.uol.com.br/moda/album/coriv10_album.jhtm#fotoNav=15

 

19h00 – Forum Tufi Duek

Com o primeiro desfile sem o criador que dá nome a marca, a Forum Tufi Duek buscou inspiração na costa brasileira. O novo criador é Eduardo Pombal, que já trabalhava com Tufi Duek antes da venda da marca para a AMC Têxtil.

O resultado foi uma coleção sensual, onde o mar apareceu em estampas como peixes, cavalo-marinho, estrela-do-mar, conchas, além de bordados e drapeados, remetendo à algas marinhas.

forum

Na passarela o antagonismo: modelos longos e curtos, silhuetas justas e mais soltas, colorido e preto e branco, tecidos brilhantes e opacos, fluidos e estruturados.

Referência das fotos: http://estilo.uol.com.br/moda/album/forumv10_album.jhtm

 

20h15 – Huis Clos

Com inspiração no esporte, a marca Huis Clos apresentou coleção com bastante sexy com decotes, comprimentos mini e costas de fora, além de muito volume, à partir de amarrações e franzidos.

Vestidinhos curtinhos com punhos de agasalho de esportista, macacões, blusas com zíper e o diferencial: ter feito um esportivo chique, em seda.

huiclos

Na passarela havia muitos metais, seja nas correntes, ilhoses e zíperes que sugeriram um aspecto “de moda rua”.

O volume se concentrou na parte de cima do corpo, e as cores predominantes foram branco, roxo, cinza, azul e pérola.

Referência das fotos: http://estilo.uol.com.br/moda/album/huisclosv10_album.jhtm#fotoNav=2

 

21h30 – Cia. Marítima

Com inspiração em Versace, a Cia Marítima mostrou uma coleção cheia de luxo e glamour, para uma mulher sofisticada, que gosta de mar, mas não de se molhar.

Na passarela muitos detalhes dourados aplicados, muito drapeado, alças torcidas e nós marinheiros.

ciamaritima

Saídas esvoaçantes e fluídas, que podem ser usados tanto de dia quanto de noite, inclusive em festas.

Referência das fotos: http://estilo.uol.com.br/moda/album/ciamaritimav10_album.jhtm#fotoNav=7

Programação Completa do SPFW Verão 2010

 Sexta-feira (19/06):

12h15 – Reinaldo Lourenço(FAAP)

15h30 – Simone Nunes

16h30 – Água de Coco

17h30 – Carlota Joakina

18h30 – Fábia Bercsek

19h30 – Ellus                     

21h – Triton

 

Sábado (20/06):

12h45 – Gloria Coelho

13h45 – Gloria Coelho

15h30 – Erika Ikezili

16h30 – Maria Garcia

17h30 – FH

19h – Oestúdio

20h30 – 2nd Floor

21h30 – Animale

 

Domingo (21/06):

12h00 – Cavalera

14h30 – Neon

15h30 – Ronaldo Fraga

17h00 – Jefferson Kulig

18h00 – Mario Queiroz

19h30 – Lino Villaventura

 

Segunda-feira (22/06):

15h00 – Isabela Capeto

16h00 – Wilson Ranieri

17h00 – Movimento

18h00 – Alexandre Herchcovitch (masculino)

19h00 – Reserva

20h15 – Samuel Cirnansck

21h30 – André Lima

Procurando Nemo…

Padrão

Todo mundo que gosta ou vive o mundo da moda, está sempre buscando novas referências para inspiração  de seu trabalho, mas acreditamos que essas referências, não precisam vir obrigatoriamente dos meios “convencionais”, como outros desfiles, revistas de moda, etc.

O mundo lá fora esá repleto de cores, formas e conceitos prontos para serem trasnsformados em arte, roupas, músicas…

Lembra-se desse vestido preto que mostramos no ano passado?

mariarame2

Veja aqui o post sobre ele.

Essa peça foi desenvolvida com base em um exercício de observação, e o ponto de partida foram apenas alguns pedaços de arame encontrados no chão, que acabaram se transformando nas flores que “brotam” do próprio vestido.

Assim, essa semana quando fui convidada a conhecer o Aquário de São Paulo, tinha certeza que o passeio seria mais que uma distração, seria uma rica fonte de inspiração para meu trabalho.

aquario11

Temas que abordam o universo marítimo tem sido bastante utilizado pelos estilistas, como por exemplo o desfile da coleção masculina outono/inverno 2009 de Alexandre Herchcovitch, com o tema “Marujos Urbanos”.

marujo-urbano

Mas, vendo a enorme diversidade de formas de vida, de cores e reeferências que existem na vida aquática, me perguntei “Por que se limitar a temas ligados superficiamente ao mar?”

E aí começei a olhar cada detalhe, cada cor, com outros olhos… Consegui enxergar um desfile inteiro baseado naqueles tons, com aquelas formas, e principalmente caimentos diferenciados.

peixe1

Enfim, encontrei num passeio cultural, super divertido muitas idéias e referências, portanto fique atento… Tem sempre detalhes que podem  passar desapercebidos pelo olhar comum, mas que deve ser visto de maneira diferenciada por quem quer criar o novo.

ropapexe

 

Pra quem quiser conhecer o aquário, ele fica na Rua Huet Bacelar, 407 – Ipiranga, SP, e atende das 9h às 18h, com um ingresso de R$ 20,00.

Mais informações no site www.aquariodesaopaulo.com.br

Fotos retiradas do site www.universia.com.br/ e do próprio site do Aquário (acredita que eu esqueci de levar minha câmera?…)