Arquivo da tag: spfw

Baile do Hawaí

Padrão

Oi gente, tudo bem?

Pra quem não sabe eu sou de Cosmópolis (nasci na maternidade de Campinas), mas sempre morei em Cosmópolis- tirando agora que moro em Santo André e antes morei em São Paulo por causa da faculdade.

brasão de Cosmópolis

Bom, em Cosmópolis– uma cidade do interior paulista, pequena- existe um evento (1 vez por ano) que chama-se Baile do Havaí, acontece no Cosmopolitano Futebol Clube (clube tradicional daqui) e é um evento que reuni não só os moradores da cidade, como as pessoas de outras regiões também, como Artur Nogueira, Engenheiro Coelho, Paulínia, Campinas, São Paulo, Jundiaí, enfim é uma das únicas festas que conseguimos reunir bastante gente aqui.

Eu vou a este Baile há 10 anos (eu comecei a ir com 10 anos- eu sei é bem cedo, mas meus pais me levaram quando eu era pequena), e neste ano, não poderia ser diferente, eu fui.

As pessoas que vão ao Baile tem que ir com traje típico obrigatório, tudo no clima havaiano, a maioria dos homens vão de bermuda ou calça branca, bege, camisa florida ou branca, bege. As mulheres vão de vestidos coloridos, com estampas de flores, saias estampadas, blusinhas brancas, flor no cabelo. Nada de jeans no baile.

Lá fui entrevistada pela tv Jaguari (tv de Cosmópolis), pelo meu tio que é arquiteto e repórter da TV.

Então pra quem quiser conferir a entrevista, é só clicar:

Anúncios

5º dia de SPFW Inverno 2010

Padrão

Penúltimo dia de SPFW, hoje, 21 de Janeiro (quinta-feira), vamos ver o que vai rolando por lá, com os seguintes desfiles: 

12h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (MASC.) 

Abrindo o quinto dia de desfiles do SPFW Inverno 2010, Herchcovitch mostra coleção inspirada no filme Bergman do sueco Ingmar Bergman, brincando com elementos da morte e da sedução. 

Os modelos apareceram como “caveiras” com dentes enormes e sorriso no rosto (sorriso da morte), mas esse universo sombrio acaba sendo muito sensual. 

 

As peças vieram cheias de zípers, cintos que ajustam apenas de um lado, calças curtas em alfaiataria, muitas pregas em locais estratégicos, golas pequenas, tricô com brilho, em preto e prata e transparência. 

Destaque para o kilt, a saia escocesa, apareceu no xadrez vermelho e preto clássico (punk), além de ternos muito bem trabalhados. 

15h OESTÚDIO 

No mundo contemporâneo em que vivemos, a moda acompanha as transformações da sociedade e transforma seus meios de reprodução/confecção/processo, foi o caso do desfile de OESTÚDIO que foi totalmente virtual. Nenhuma modelo desfilando ao vivo, tudo foi um vídeo no telão que começou com uma mensagem: para se desenvolver tem que se envolver, ao som de Bach, moças apareceram usando as peças da coleção. 

 

Apenas um modelo masculino, uma feminina e dois dançarinos fizeram parte do vídeo. 

As peças apareceram justas, com jeans, muitas sobreposições de camisetas, casacos sequinhos, muito capuz, muito colorido (Preto, cinza, rosa, amarelo, turquesa), listras, bolsões, bermudas. 

16h JEFERSON KULING

O titulo da coleção é “Mesclar” e o estilista Jefferson Kulig fez jus ao tema, relembrou do trabalho na fábrica de tricô dos pais aos 16 anos para criar sua coleção e ainda “Na fábrica, falávamos mesclar quando juntávamos todos os fios que tinham sobrado e usávamos todos juntos”, disse ele, do backstage, antes do desfile.

Na passarela a “mistureba” deu-se por meio da união de vários tipos de tecidos em uma única peça além da seqüência de transparências, em lã, jérsei e tule, formando estruturas.

As cores em tons de cinzas e pretos, com pinceladas de amarelo, vermelho, azul e marrom.

19h NEON 

Os estilistas Dudu Bertholini e Rita Comparato partiram como referência a idéia da caça e do caçador e dividiram o desfile em duas partes.

A primeira parte foi composta pelos looks das “caçadoras” com botas de montaria, blusas de seda, coletes larguinhos, calças de alfaiataria, tricôs e saia-lápis, tudo em tons de marrom e preto e é claro as estampas lindas da marca.

A segunda parte foi inspirada na caça, os animas da floresta como leão, corujas, morcegos, tucanos e elefantes, aí surgiram peças como vestido de um ombro só, bata de coruja, blusas com dente de elefante, ah a coleção foi incrível!

20h WILSON RANIERI 

Penúltimo desfile do 5º dia de SPFW e o estilista Wilson Ranieri apostou em um verão sensual, com pernas e ombros de fora e alguns decotes.

Na passarela peças com aspecto de alfaiataria, comprimento na altura do joelho, macacões, camisas transparentes, feitas com gaze de seda, também vieram peças mais estruturadas como colete com volume, alguns vestido ou saias.

As cores surgiam em tons de rosé, grafite e vermelho, além de preto e cinza.

21h30 LINO VILLAVENTURA 

Encerrando com chave de ouro o 5º dia de SPFW Inverno 2010, Lino Villaventura abriu o desfile ao som de um tango à la Won Kar Wai e ainda contou que nesta estação, criou suas próprias asas e voou na imaginação, o resultado? Uma VIAGEM.

Na passarela modelos vestiam scarpins meia-pata de 15cm, encrustrados com vidrilhos e plumas, chapéus de meio metro de e vestidos estruturados com muito brilho e algumas transparências.

O destaque vai para as aplicação de pérolas, cristais Swarovski e vidrilhos, além de diversas texturas e sobretudo do patchworks criado com bordados e nervuras.

Janeiro, sexta-feira: 

12h ISABELA CAPETO 

15h CAROTA JOAQUINA 

17h RESERVA 

18h30 MARCEO SOMMER 

20h ANDRÉ LIMA 

Por 

Mariana Arruda

3º dia de SPFW Inverno 2010

Padrão

Terceiro dia de SPFW Inverno 2010 com 6 desfiles, confira tudo o que rolou/está rolando por lá:

19 de Janeiro, terça-feira:

12h30 IÓDICE

Abrindo o terceiro dia de SPFW, o estilista Waldemar Iódice usa como inspiração para sua coleção a fauna plural da região do Amazonas, com os temas Pássaros e Borboletas e cria peças coloridas e cheias de estampas.

Fotos do desfile da Iódice, fotos retiradas do site da uol: http://estilo.uol.com.br/moda/album/iodicei10_album.jhtm#fotoNav=69

Infelizmente ele utilizou couro de peixe e de jacaré, poderia ser uma coleção mais ecologicamente correta se ele se inspirasse na floresta e na preservação da fauna e flora desta.

Na passarela muitos acessórios de cipó e colares de semente de tucumã lapidadas, coletes, vestidos, leggings, paetês, tudo com modelagem ajustada ao corpo e com cintura marcada.

Destaque para as rendas que imitavam tatuagens indígenas e para o “grand finale”, em que W.Iódice apareceu com uma camiseta com a estampa “Amazon Keep It Green”(“Mantenha a Amazônia Verde”) e um carrinho de sorvete agradava o seu publico com sabores do cerrado.

15h RONALDO FRAGA

Com coleção que homenageia o poeta Carlos Drummond de Andrade, Ronaldo Fraga expôs suas peças em ganchos de carne, referência na estilista Zuzu Angel. Em toda sua carreira, o estilista buscou/busca apreciar a cultura brasileira.

Na passarela as modelos apareceram com máscaras ao contrário (o rosto posicionado atrás da cabeça e o cabelo na frente- super divertido!), a abertura contou com uma bailarina (inspirada em Pina Bausch que morreu em 2009) ao som de Caetano Veloso

As peças apareceram em tons de preto e dourado, como casacos, ombros em evidencia e estampas em sobreposições.

16h30 SIMONE NUNES

A estilista Simone Nunes apresentou sua coleção com um desfile muito feminino, com muitos vestidos justinhos com volumes estratégicos. A inspiração veio dos uniformes das patinadoras do gelo.

Na passarela os volumes apareceram em nozinhos que lembravam “birotes” e encontraram-se concentrados nas laterais, misturando diversos materiais como lã, seda e fios metálicos, aplicados como bordados, além de muito brilho como franjas de canutilho e transparência. As calças vieram como de alfaiataria com sobreposições de paletós.

18h FABIA BERCSEK

Com intuito de discutir o verdadeiro sentido da moda, da arte e da vida, além da liberdade pessoal e das idéias, Fábia Bercsek cria sua coleção com referência em Joana D’Arc.

Na passarela muitas amarrações em tops, saias de paetê, sutiãs com franjas, calças de alfaiataria, paletós com bicos, mini-jaquetas, tricôs pesadões além de camisetas roqueiras estampadas.

19h30 ELLUS

Com a presença do ilustríssimo modelo e namorado da Madonna, Jesus Luz estava na passarela abrindo o desfile, milhares de flashes junto com o cenário high-tech.

As roupas aparecem bem usuais e a cor predominante é o preto com pinceladas de azul Royal, a grande inovação da marca é em relação ao jeans, que pode ser utilizado dos dois lados. As calças continuam saruel e o comprimento de vestidos é micro.

21h TRITON

Encerrando o dia de desfiles, a estilista Karen da Triton apresentou sua coleção com referência ao modo de se vestir/se divertir do Japão, apresentando uma coleção alegre e cheia de vida.

Na passarela muita cor e brilho, sejam na meia-calça ou na segunda pele que apareceram ocupando um lugar de destaque na coleção com diferentes texturas, estampas e aplicações, muitas remetiam a teias de aranha (acho que por ser “informação” o tema dessa edição a teia veio bem acalhar).

O jeans veio como elemento forte, o tricô apareceu em detalhes, moletom com estampa digital, as cores vieram em tons de flúor, verde militar e dourado/cobre.


Abaixo, confira o lin-up completo desta temporada inverno 2010:

20 de Janeiro, quarta-feira:

13h30 GLORIA COELHO

15h ERIKA IKEZILE

16h30 AMAPÔ

18h HUIS CLOS

19h30 2ND FLOOR

21h ANIMALE


21 de Janeiro, quinta-feira:

12h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (MASC.)

15h OESTÚDIO

16h JEFERSON KULING

19h NEON

20h WILSON RANIERI

21h30 LINO VILLAVENTURA


22 de Janeiro, sexta-feira:

12h ISABELA CAPETO

15h CAROTA JOAQUINA

17h RESERVA

18h30 MARCEO SOMMER

20h ANDRÉ LIMA


Por

Mariana Arruda

2º dia de SPFW Inverno 2010

Padrão

Segundo dia de SPFW Inverno 2010 com 7 desfiles, confira tudo o que rolou por lá:

Hoje, 18 de Janeiro, segunda-feira:

10h MARIA BONITA

Abrindo o segundo dia de SPFW, com uma manhã de sol, Danielle Jensen mostrou sua coleção na passarela montada em pleno Sesc Pompéia. A inspiração veio da arquitetura da modernista Lina Bo Bardi, autora do projeto.

Na passarela tudo remetia à arquitetura, o concreto virou linho cinza, vestidos, calças de tecidos tecnológicos, macacões com cortes geométricos, paletós e blazers oversized, tudo com um toque de Maria Bonita: modelagem solta e confortável.

As cores predominantes foram cinza e gelo, com algumas pinceladas de vermelho, azul e verde.

12h30 REINALDO LOURENÇO

Reinaldo Lourenço decidiu trabalhar com os extremos nesta coleção de inverno 2010. A inspiração veio dos uniformes da decáda de 1940, a coleção veio com bolsos utilitários e ombros destacados.

Na passarela houveram dois momentos: um cheio de cocktail dresses de musseline metalizada, com babados e broches, superfemininos que indicavam a vitoria da luz, celebração da espiritualidade, com vestidos mais claros, leves e fluídos. Outro mais “hardcore”, coletes e pelerines de lã, com saias e calças sugerindo uma silhueta militar, além das jaquetas de couro, botas e zípers.

15h MARIA GARCIA

Com referência ao mix de dance anos 90, hip hop, R&B e streetwear, a marca Maria Garcia faz uma “remasterização” de materiais criando uma moda de rua chic.

Na passarela casacões de lã, shorts de renda, bermudões estampados, jardineiras larguinhas, jaquetas, legings de renda com punho de malha sugerindo um ar esporte chic. As cores aparecem em prata, dourado, preto, cinza, rose, além do vermelho.

17h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (FEM)

Partindo do folclore da Geórgia e de imagens do diretor Sergei Paradjanov, Herchcovitch mostra sua coleção feminina de inverno com muito patchwork(adoro) e referência punk (adoro²!).

O resultado? Na passarela apareceram sobreposições e diferentes texturas em casacos perfeitos usados com vestidos de seda rasgados, calças de alfaiataria com camisas repletas de paetês e vestidos com tachas.

Como detalhe de algumas peças, os cristais apareceram aplicados em algumas regiões das roupas.

18h30 CORI

As estilistas Andrea Ribeiro e Giselle Nasser utilizaram como referência da coleção as formas dos anos 1960, inspiradas nos figurinos de cinema da americana Edith Head.

Na passarela os vestidos e a alfaiataria foram o ponto principal, o centro das atenções, não só no corte, modelagem como nos tecidos. Casacões amplos, macacões com cintura marcada, ombros arredondados, além de calças justas e retas.

Os tons variavam entre preto, cinza, branco, azul e roxo e os sapatos são altíssimos, deixando as mulheres nas alturas.

20h FORUM TUFI DUEK

Na direção criativa de Eduardo Pombal, ele assina sua primeira coleção para a Forum Tufi Duek apostando em elementos do fetiche, mostrando na passarela várias peças sensuais, mas sem vulgaridade, inovando na forma e utilizando novos materiais.

A passarela muito couro (infelizmente não é couro sintético), diversas jacquard com diferentes texturas como tafetá bordado, paetês e neoprene de seda. As peças são estruturadas, com silhueta bem definida, além das saias amplas e curtinhas.

As cores são neutras: preto, cinza, chumbo, marinho, verde-militar e amarelo.

21h30 SAMUEL CIRNANSCK

Encerrando o 2º dia de SPFW Inverno 2010, Samule Cirnansck apresentou sua coleção que foi inspirada no mobiliário de Thomas Chippendale bastante trabalhado e repleto de linhas curvas.

Foto do "vestido-mesa" de Samuel Cirnansck, foto retirada do blog da uol: http://blogspfw.blog.uol.com.br/arch2010-01-17_2010-01-23.html#2010_01-18_21_47_41-5009949-0

A coleção passou um ar nostálgico e romântico, com peças delicadas.

Abaixo, confira o lin-up completo:

19 de Janeiro, terça-feira:

12h30 IÓDICE

15h RONALDO FRAGA

16h30 SIMONE NUNES

18h FABIA BERCSEK

19h30 ELLUS

21h TRITON


20 de Janeiro, quarta-feira:

13h30 GLORIA COELHO

15h ERIKA IKEZILE

16h30 AMAPÔ

18h HUIS CLOS

19h30 2ND FLOOR

21h ANIMALE


21 de Janeiro, quinta-feira:

12h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (MASC.)

15h OESTÚDIO

16h JEFERSON KULING

19h NEON

20h WILSON RANIERI

21h30 LINO VILLAVENTURA


22 de Janeiro, sexta-feira:

12h ISABELA CAPETO

15h CAROTA JOAQUINA

17h RESERVA

18h30 MARCEO SOMMER

20h ANDRÉ LIMA


Por

Mariana Arruda

Abertura do SPFW Inverno 2010

Padrão

É sempre assim, começo de ano, começa o Fashion Rio, acaba Fashion Rio- aí temos uns diazinhos pra descansar e já tem o SPFW, mas longe de mim reclamar- eu adoro!

Nesta edição (que começou ontem, dia 17 e vai até dia 22 de janeiro), os estilistas/marcas mostram suas apostas e tendências para o inverno 2010. Como tema da edição, Paulo Borges elegeu a LINGUAGEM como tema.

Na Bienal a decoração veio cheia de conexões, vários hps espalhados, suspensos por fios que se ligavam a outros fios, que se ligavam a desenhos. É a tecnologia se conectando a arte, moda, arquitetura, tempo, a informação que se renova e reflete na vida da sociedade. Os responsáveis pela representação das conexões foram os cenógrafos Daniela Thomas e Felipe Tassara. Levei até minha mãe pra me acompanhar nessa temporada:

Em relação aos desfiles do 1º dia, confira aqui a cobertur completa de tudo o que rolou:

11h CAVALERA

Abrindo o SPFW Inverno 2010, a Cavalera faz sua passarela na Galeria do Rock, mostrando coleção com desfile e show. O tema da coleção foi “Sexo, Moda e Rock n’Roll” e contou com a presença de freqüentadores da Galeria, além da trilha sonora, de Igor Cavalera (ex-baterista do Sepultura e um dos criadores da marca).

Na passarela muito preto, sejam em camisetas, blusas, calças, saias e vestidos e jeans surrado.

O comprimento era curtíssimos e as meninas apareciam com meias opacas.

No meio de todo esse rock n’Roll apareceram aplicações de paetês/canutilhos em alguns vestidos e blusas, a transparência também apareceu, fazendo com que a coleção apresentasse um ar sensual e rebelde.

15h OSKLEN

No inverno 2010 da Osklen, Oskar Metsavaht optou por uma coleção mais conceitual do que comercial. A escolha é bastante ousada, mas nada impediu do fazer a Osklen brilhar como de costume.

Na passarela peças com efeito geométrico, com aspecto duro, os conjuntos de feltro de lã trabalhado em 3-Daparecem inúmeras vezes. Os tecidos são tecnológicos e parecem ser quentinhos para encarar um inverno rigoroso (não o do Brasil, mas como a clientela da Osklen viaja muito isso não será o problema). A modelagem desenvolvida é bem trabalhosa.

Destaque para os vestidos-mochilas que parecem como a concha do caracol, uma casa sobre as costas, uma solução bem divertida.


16h PRISCILA DAROLT

A coleção de Priscila Darolt para o inverno 2010 apresentou peças estruturadas, com modelagem elaborada, com um técnica muito boa de moulage.

A coleção se dividiu em duas partes: a do preto, que apostou em comprimentos mini, evidenciando a forma feminina com vestidos justos com cintura marcada, misturando couro, camurça, transparência e muitos recortes.

Na segunda parte da coleção, a colorida, apareceram vestidos mais fluidos, em tecidos mais leves.

17h FH POR FAUSE HATEN

O desfile aconteceu do lado de fora das salas convencionais da Bienal- em um corredor com cadeiras. Mas a FH por Fause Haten mostrou uma coleção com referência a um festival de divas hollywoodianas.

Na passarela, ou melhor no corredor as modelos surgiam cobertas de pele (seja em detalhes ou em peças), cintura marcada, saias longas, curtas, rodadas, amarradas, além de calças largas, paetês, broches e muita seda. Sobre saltos altíssimos, algumas modelos apresentavam meias coloridas.

18h30 MARIO QUEIROZ

O tema da coleção de inverno 2010 de Mario Queiroz (meu professor) foi a DIVERSIDADE, com referência na cidade de Londres.

Na passarela as roupas apareceram casuais, tem terno, jaqueta, blusas, uma divesidade de modelos, além da calça jeans continuar com o gancho largo.

Diferente da maioria de cartela de cores de inverno- cinza, preto e nude- o estilista Mario Queiroz decidiu sair da mesmice e criou uma coleção toda colorida, porque (diz o estilista) “O cliente da minha marca arrisca, então eu arrisquei”.

20h15 ROSA CHÁ

Depois de tempos sem aparecer no SPFW, a Rosa Chá volta sob direção criativa de Alexandre Herchcovitch. A coleção apresentou referência dos anos 50 e modelagem bem comportada.

Na passarela apareceram hotpants de cintura alta e sutiãs estruturados, recortes tipo canoa nas costas dos biquínis e maiôs.

Destaque para elementos que remetem ao universo da lingerie como rendas, bordados, transparências e até paetês.

21h30 COLCCI

Sem a presença de Gisele na passarela – pela primeira vez em anos – a Colcci encerrou o primeiro dia do SFW Inverno 2010, apresentando uma coleção com bastante cintura-alta, silhueta justa ao corpo e muito tom de rosa.

Na passarela muitos coletes e jaquetas jeans (mínis ou boyfriend), os jeans aparecem em tons de rosa, esbranquiçados, bem desgastados e com tachas, saias, calças e macaquinhos, em uma referência à última coleção de Ralph Lauren, apresentada em Nova York. As batas e vestidinhos românticos continuam em alta, desta vez com saias longas.

Os tricôs e crochês aparecem em túnicas, casacos e cachecóis e a cartela de cores é neutra: rosa lavado, cinza, verde escuro e roxo.

Abaixo, confira o lin-up completo:

Hoje, 18 de Janeiro, segunda-feira:

10h MARIA BONITA

12h30 REINALDO LOURENÇO

15h MARIA GARCIA

17h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (FEM)

18h30 CORI

20h FORUM TUFI DUEK

21h30 SAMUEL CIRNANSCK

19 de Janeiro, terça-feira:

12h30 IÓDICE

15h RONALDO FRAGA

16h30 SIMONE NUNES

18h FABIA BERCSEK

19h30 ELLUS

21h TRITON

20 de Janeiro, quarta-feira:

13h30 GLORIA COELHO

15h ERIKA IKEZILE

16h30 AMAPÔ

18h HUIS CLOS

19h30 2ND FLOOR

21h ANIMALE

21 de Janeiro, quinta-feira:

12h ALEXANDRE HERCHCOVITCH (MASC.)

15h OESTÚDIO

16h JEFERSON KULING

19h NEON

20h WILSON RANIERI

21h30 LINO VILLAVENTURA

22 de Janeiro, sexta-feira:

12h ISABELA CAPETO

15h CAROTA JOAQUINA

17h RESERVA

18h30 MARCEO SOMMER

20h ANDRÉ LIMA

Por

Mariana Arruda

BACKSTAGE

Padrão

Oi gente!

Depois da maratona de desfiles, desde Casa de Criadores, passando por Fashion Rio e encerrando por SPFW eu tirei uns dias de folga pra dar um relax…

Abaixo algumas fotos tiradas do backstage do desfile do estilista Mário Queiroz, pra quem eu trabalhei.

Gente, o backsatge é uma correria, um entra e saí de pessoas, jornalistas, muitos flashes, uma loucura!

 

sf 073

O desfile, marcado para as 18 horas, começou às 18h40min. A equipe deveria aparecer na sala 1 às 14 horas, onde montamos as caixinhas para as lembrancinhas da imprensa.

Enquanto cuidávamos destes detalhes, os modelos estavam sendo maquiados, uma sala com uma massagista estava à disposição deles e uma outra sala com alguns petiscos, além do energético Burn (distribuído à rodo).

Foi lançada a linha de cuecas da marca Mário Queiroz (tudo isso no backstage).

sf 067

sf 075

Os modelos são uma graça, super simpáticos e sorridentes, ficamos, cada pessoa encarregada pela vestimenta de um modelo e sua respectiva troca de roupa.

No final, o desfile foi um sucesso, deu tudo certo e estávamos exaustos!

Beijos

Pos Mariana Arruda

Primeiro dia de SPFW Verão 2010

Padrão

 São Paulo Fashion Week , um dos eventos mais esperados da moda começou ontem (dia 17/06) dando início a 27ª edição do São Paulo Fashion Week Verão 2009/2010, como de costume o evento ocorre no Pavilhão da Bienal no Parque do Ibirapuera, os desfiles irão até o dia 22 de junho, tendo neste ano um total de 40 desfiles que devem mostrar as tendências primavera/verão de 2010.

Confira os desfiles do primeiro dia (quarta-feira 17/06):

 15h00 – Osklen

Abrindo a 27ª edição do SPFW Verão 2010, a Osklen apresenta coleção com o tema Carnaval, com direito até a batuques (típicos da Sapucaí).

Oskar Metsavaht apostou t-shirt para esta temporada e com o referencial nela, criou uma coleção pontuada por transparências e cores fortes, além de estampas inspiradas no Carnaval.

osklen

Na passarela muito brilho nos tecidos (malha, linho, renda e tule) devido às aplicações de paetês e glitter- tudo bem colorido.

No masculino tricôs finos e cores chocantes, além da marca registrada: silhueta solta.

Referência das fotos: http://www.abril.com.br/mulher/fotos/sao-paulo-fashion-week-verao-2010-dia-1-478024.shtml?ft=osklen-spfw-verao-2010-03g.jpg

 

 17h00 – Priscilla Darolt

Com a inspiração no universo do cinema iraniano, mais especificamente no filme “”A Cor do Paraíso” (de Majid Majidi), a estilista Priscilla Darolt encontrou um ponto para explorar o tema da simplicidade da vida.

A coleção mostrou peças elaboradas: vestidos curtos e assimétricos, paletós e calças com recortes anatômicos, macacão,bermudas, tudo com um toque de alfaiataria.

priscila

A cartela de cores começa com tons de rosa, passando pelo cinza e berinjela, e termina num floral sugerindo um ar romântico.

Referência das fotos: http://www.abril.com.br/mulher/fotos/sao-paulo-fashion-week-verao-2010-dia-1-478024.shtml?ft=priscilla-darolt-spfw-verao-2010-01g.jpg

 

18h00 – V. Rom

A marca V.Rom apresentou uma coleção que mescla alfaiataria e streetwear. O estilista Igor Barros utilizaram o exercício de desconstrução e adaptação resultando em um estilo despojado e jovem.

O grande diferencial foi apresentar peças desconstruídas, a desconstrução da alfaiataria.

Na passarela peças fluídas e leves, como as calças, coletes alongados, blazeres, além das camisetas amplas.

vrom

Destaque para a modelagem e construção (ou desconstrução) das peças, que deram um ar contemporâneo, jovem e sofisticado, além de claro, muito usual.

Referência das fotos: http://elle.abril.com.br/desfiles/v-rom/spfwverao2010-476207.shtml#12

 

 

19h00 – Paola Robba

Inspirada na ponte Brasil/França, além do embalo do ano da França no Brasil, a estilista Paola Robba criou uma coleção sofisticada, mais chic, com referência ao estilo balneário. 

Na passarela maiôs e biquínis comportados, alguns em PB, outros com estampas leves (toile du jouy), além dos detalhes em capitonê, tressê e drapeados.

paolaroba

 

Os caftãs, em tons sóbrios e transparentes, pareciam sofisticados demais para uma praia. Destaque para as celebridades Carolina Magalhães e Tânia Kalil.

Referência das fotos: http://elle.abril.com.br/desfiles/paolarobba-para-poko-pano/spfwverao2010-476234.shtml#1

 

20h15 – Uma por Raquel Davidowicz

Raquel Davidowicz apostou em um verão maduro e tampouco tropical.

Na passarela vestidos soltos com cavas longas, macacões retorcidos e casaquinhos secos, tudo muito recortado. Os tecidos apresentavam volumes os mais diferentes possíveis e as peças apresentavam amarrações, furos e respingos,além do mapa de um céu que se formou com recortes,linhas e pontos.

UMa

As cores se mesclavam entre preto e branco, preto e ouro, azul clarinho e muito dégradé.

Referência das fotos: http://elle.abril.com.br/desfiles/uma-por-raquel-davidowicz/spfwverao2010-476211.shtml

 

21h30 – Colcci

Com clima de férias,misturado com safári e ao som de Madonna, é assim o desfile da Collci.

Puxado por nada menos que Gisele Bündchen, a passarela mostrou o corpo em evidência. Míni com babadinhos, saias volumosas, shorts curtérrimos, muito decote, barriga e pernas de fora, além das sobreposições muito sensuais.

collci

Destaque para as estampas e colares, berloques e saltos.

Referência das fotos: http://elle.abril.com.br/desfiles/colcci/spfwverao2010-476176.shtml#1

 

Programação Completa do SPFW Verão 2010

Quinta-feira ( 18/06):

13h30 – Iódice

15h30 – Maria Bonita

16h30 – Alexandre Herchcovitch (feminino)

17h30 – Cori

19h00 – Forum Tufi Duek

20h15 – Huis Clos

21h30 – Cia. Marítima

 

Sexta-feira  (19/06):

12h15 – Reinaldo Lourenço

15h30 – Simone Nunes

16h30 – Água de Coco

 

Sábado (20/06):

12h45 – Gloria Coelho

13h45 – Gloria Coelho

15h30 – Erika Ikezili

16h30 – Maria Garcia

17h30 – FH

 

Domingo (21/06):

12h00 – Cavalera

14h30 – Neon

15h30 – Ronaldo Fraga

17h00 – Jefferson Kulig

18h00 – Mario Queiroz

19h30 – Lino Villaventura

 

Segunda-feira 22/06:

15h00 – Isabela Capeto

16h00 – Wilson Ranieri

17h00 – Movimento

18h00 – Alexandre Herchcovitch (masculino)

19h00 – Reserva

20h15 – Samuel Cirnansck

21h30 – André Lima